Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.910,10
    -701,55 (-0,62%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.661,86
    +195,84 (+0,39%)
     
  • PETROLEO CRU

    87,29
    +0,68 (+0,79%)
     
  • OURO

    1.790,10
    -3,00 (-0,17%)
     
  • BTC-USD

    37.722,75
    +1.146,47 (+3,13%)
     
  • CMC Crypto 200

    863,83
    +21,37 (+2,54%)
     
  • S&P500

    4.431,85
    +105,34 (+2,43%)
     
  • DOW JONES

    34.725,47
    +564,69 (+1,65%)
     
  • FTSE

    7.466,07
    -88,24 (-1,17%)
     
  • HANG SENG

    23.550,08
    -256,92 (-1,08%)
     
  • NIKKEI

    26.717,34
    +547,04 (+2,09%)
     
  • NASDAQ

    14.430,25
    +443,50 (+3,17%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,9813
    -0,0427 (-0,71%)
     

Grécia impõe multas a maiores de 60 anos não vacinados

·2 min de leitura
(Arquivo) Paciente recebe dose de vacina anticovid-19 na Praça Aristóteles, em Tessalônica, Grécia, em 26 de novembro de 2021 (AFP/Sakis MITROLIDIS) (Sakis MITROLIDIS)

As pessoas não vacinadas maiores de 60 anos serão multadas em "100 euros por mês", a partir de 16 de janeiro, até que se vacinem, anunciou nesta quinta-feira (13) o governo da Grécia, que ressaltou que a imunização anticovid é obrigatória para essa faixa etária.

A decisão foi tomada porque "nove em cada dez mortes relacionadas ao coronavírus afetam essa faixa etária", disse o porta-voz do governo, Yiannis Economou, em coletiva de imprensa.

"Sete de cada dez pessoas intubadas têm mais de 60 anos e oito em cada dez não estavam vacinadas", acrescentou.

"A partir de 16 de janeiro serão aplicadas as sanções previstas na lei e será imposta uma multa administrativa mensal de 100 euros enquanto estas pessoas não se vacinarem", ressaltou.

Para incentivar a vacinação contra a covid-19, o primeiro-ministro grego, Kyriakos Mitsotakis, anunciou no fim de novembro que a vacina se tornaria obrigatória para os maiores de 60 anos, mas deu prazo até 16 de janeiro para se adequassem à medida.

O ministro da Saúde, Thanos Plevris, também anunciou nesta quinta-feira na rádio que serão criados 50 centros para realizar testes perto dos acampamentos do Exército, para aliviar as farmácias que realizam os exames de PCR e antigênicos.

Segundo dados oficiais do fim de novembro, cerca de 67% da população grega está vacinada. Entre os adultos, esse percentual chega a 79%.

A pandemia já matou mais de 21.600 pessoas na Grécia e a taxa de mortalidade aumentou consideravelmente desde o início de novembro.

Na quarta-feira, 77 pessoas morreram em 24 horas, enquanto 670 pessoas permaneciam internadas em unidades de tratamento intensivo (UTI).

Diante da persistência da variante ômicron, as autoridades de Saúde da Grécia decidiram prorrogar em uma semana, até 23 de janeiro, as restrições impostas há 15 dias, como o fechamento de bares e restaurantes à meia-noite, a proibição de música e aglomerações.

jph-hec/chv/mr/sag/mb/rpr/mvv

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos