Mercado fechado

Grécia desmente negociações com a Turquia sobre Mediterrâneo oriental

·1 minuto de leitura
Imagem do Ministério da Defesa grego mostra navios de guerra do país em exercício militar
Imagem do Ministério da Defesa grego mostra navios de guerra do país em exercício militar

A Grécia negou nesta quinta-feira que negociará com a Turquia para apaziguar a situação no leste do Mediterrâneo, depois que o secretário-geral da OTAN, Jens Stoltenberg, afirmou isso em um tuíte. 

"A informação que foi revelada sobre alegadas discussões técnicas na OTAN não corresponde à realidade", disse o Ministério das Relações Exteriores grego em um comunicado.

Mais cedo, Stoltenberg anunciou que Grécia e Turquia haviam concordado em negociar para neutralizar a crise no Mediterrâneo Oriental. 

"Após minhas discussões com os líderes gregos e turcos, ambos os aliados concordaram em manter negociações técnicas na Otan para estabelecer mecanismos de distensão militar e reduzir o risco de incidentes", afirmou Stoltenberg. 

"A Grécia e a Turquia são dois aliados valiosos e a OTAN é uma plataforma importante para consultas sobre todas as questões que afetam a nossa segurança comum", acrescentou.

Ambos os países mantêm uma disputa por fronteiras marítimas e depósitos de hidrocarbonetos no Mediterrâneo Oriental, e protagonizaram uma séria escalada militar. 

O chefe da diplomacia dos EUA, Mike Pompeo, pediu a Ancara e Atenas na quarta-feira que "reduzam as tensões". 

Os dirigentes dos dois países vizinhos "deveriam sentar-se e iniciar discussões sobre tudo isto e encontrar soluções diplomáticas" porque "não faz sentido aumentar as tensões militares na região, só pode resultar em coisas negativas", insistiu.

pdw/har/jz/mis/cc