Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.095,53
    +537,86 (+0,50%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.056,27
    +137,99 (+0,27%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,65
    +0,60 (+0,83%)
     
  • OURO

    1.784,10
    -0,60 (-0,03%)
     
  • BTC-USD

    50.832,62
    +372,92 (+0,74%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.320,56
    +15,44 (+1,18%)
     
  • S&P500

    4.701,21
    +14,46 (+0,31%)
     
  • DOW JONES

    35.754,75
    +35,32 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.337,05
    -2,85 (-0,04%)
     
  • HANG SENG

    23.996,87
    +13,21 (+0,06%)
     
  • NIKKEI

    28.860,62
    +405,02 (+1,42%)
     
  • NASDAQ

    16.382,50
    +64,50 (+0,40%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2746
    -0,0651 (-1,03%)
     

GPU Intel Arc de entrada tem novos detalhes e possível preço acessível vazados

·3 min de leitura

Além de estar se preparando para expandir a 12ª geração de processadores Alder Lake, a Intel também trabalha com afinco no lançamento de suas primeiras GPUs dedicadas para games. A família Intel Arc tem previsão oficial de estrear em algum momento do início de 2022, marcando uma mudança drástica na arquitetura das soluções gráficas da empresa, com recursos que prometem rivalizar com as melhores tecnologias de AMD e Nvidia.

Apesar da relativa proximidade da janela de lançamento, a Intel divulgou apenas as informações mais básicas sobre as soluções, como detalhes da arquitetura Xe-HPG e configurações do modelo topo de linha DG2-512, com o equivalente a 512 Unidades de Execução (EUs) e 4.096 núcleos. Agora, cortesia do leaker Moore's Law is Dead, tivemos novas informações do modelo de entrada DG2-128, com 128 EUs, que promete agitar o mercado com bom desempenho e preço baixo.

Intel Arc de entrada pode entregar bom desempenho a preço baixo

Segundo o leaker, que costuma acertar com frequência, a DG2-128 de 1.024 núcleos pode atingir clocks entre 2,2 GHz a 2,5 GHz, dependendo das configurações aplicadas no chip. A solução traria ainda 6 GB de VRAM GDDR6, quantidade razoável para games em Full HD, em velocidades e interfaces diferentes de acordo com o destino: o modelo de desktop utilizará interface de 96-bit com velocidade de 16 Gbps, enquanto a versão para laptops traz interface de 64-bit e clock de 14 Gbps.

A Intel Arc de 128 EUs pode entregar desempenho próximo ao da GTX 1650 SUPER, tendo vantagens como suporte ao Ray Tracing e upscaling com XeSS (Imagem: Moore's Law is Dead/YouTube)
A Intel Arc de 128 EUs pode entregar desempenho próximo ao da GTX 1650 SUPER, tendo vantagens como suporte ao Ray Tracing e upscaling com XeSS (Imagem: Moore's Law is Dead/YouTube)

Ainda de acordo com as informações, mais robusta, a DG2-128 de desktop teria desempenho próximo ao da Nvidia GeForce GTX 1650 SUPER, podendo até mesmo superá-la. Vale lembrar que a placa da Intel traria ainda algumas vantagens, como o suporte a Ray Tracing e ao Intel XeSS, equivalente do DLSS da Nvidia para upscaling de imagem com IA.

A Intel Arc de entrada teria foco na eficiência com consumo reduzido, na casa dos 75 W, permitindo que a alimentação seja feita diretamente do slot PCI-E, sem necessidade de um conector externo de energia. Moore's Law is Dead também não descarta a possibilidade de haver variantes mais simples, como um modelo de 96 EUs com interface de 64-bit nos laptops, concorrendo com a MX450 da Nvidia, e uma versão de 3 GB de memória para desktops.

Placa de vídeo pode chegar em fevereiro com XeSS e mais destaques

As limitações impostas pela Intel, considerando que a placa poderia ter especificações mais robustas, não visariam apenas a eficiência, como também o preço baixo. Ter o consumo reduzido requer um sistema de alimentação mais simples, permitindo o uso de componentes mais baratos na fabricação, o que diminui os custos e consequentemente o preço para o consumidor.

A Intel Arc de 128 EUs poderia chegar ao mercado com preço sugerido de US$ 179 (~R$ 1.000) ou até menos, sem afetar os lucros da empresa, valores significativamente mais baixos do que as soluções modernas mais simples de AMD e Nvidia. Fora isso, como citado anteriormente, apesar do preço modesto, a placa traria recursos badalados como Ray Tracing e o XeSS.

Segundo o leaker, a nova solução de entrada da gigante de Santa Clara deve ser oficializada no final de fevereiro, chegando primeiro aos laptops. A estreia nos desktops aconteceria pouco depois, seguida então de ampla disponibilidade no final do segundo trimestre de 2022, entre abril e junho.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos