Mercado fechará em 2 h 10 min

GPA quer incorporar James Delivery para elevar vendas e cortar custos

Carrinho de compras na entrada do supermercado Pão de Açúcar, do GPA, em São Paulo

SÃO PAULO (Reuters) - O GPA, dono do Pão de Açúcar, disse na noite de quarta-feira que pretende incorporar seu negócio de entrega de comida James Delivery com o objetivo de expandir as vendas online do grupo e reduzir custos.

O aplicativo de delivery foi adquirido em 2018 e é detido pelo GPA através de investimento no capital social. Caso a mudança proposta seja executada, os elementos do ativo e passivo do James seriam incorporados ao GPA.

"A decisão da administração pela incorporação de James está fundamentada e totalmente alinhada à estratégia do Novo GPA Brasil de expandir suas vendas na modalidade de e-commerce, aprimorar seu modelo de delivery e, consequentemente, melhorar a experiência de compra dos clientes do grupo", disse o GPA em fato relevante ao mercado.

O GPA passa por reestruturação recente de seus negócios, tendo decidido no ano passado sair do segmento de hipermercados, no qual operava pela bandeira "Extra Hiper", e neste ano anunciado estudos para segregar a bandeira Éxito, que opera em países da América do Sul.

O grupo varejista disse na quarta-feira que a ideia da transação é ampliar o volume de entregas especialmente sob a modalidade em até 90 minutos. A empresa ainda mira cortar custos em áreas administrativas e destravar valor estratégico da unidade, "mantendo-se a estrutura e know-how que James possui em entregas express dentro da estrutura do GPA".

O GPA não divulgou estimativas de sinergias para a incorporação.

Os termos do negócio foram aprovados pelo conselho de administração do GPA e assinados pelas administrações de ambas as empresas, enquanto sua efetivação depende de aval dos acionistas do grupo em assembleia marcada para 16 de dezembro, segundo o documento.

O custo da incorporação é estimado em 226,1 mil reais, incluindo com publicações, auditores, avaliadores, advogados e outros profissionais contratados para assessoria na operação, disse o GPA.

Como o GPA já é dono do James, não será necessário um aumento de capital, segundo a varejista.

(Por Andre Romani; edição Paula Arend Laier)