Mercado fechado
  • BOVESPA

    122.038,11
    +2.117,11 (+1,77%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.249,02
    +314,12 (+0,64%)
     
  • PETROLEO CRU

    65,45
    +0,55 (+0,85%)
     
  • OURO

    1.834,90
    +3,60 (+0,20%)
     
  • BTC-USD

    58.137,21
    -913,88 (-1,55%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.480,07
    +44,29 (+3,08%)
     
  • S&P500

    4.232,60
    +30,98 (+0,74%)
     
  • DOW JONES

    34.777,76
    +229,26 (+0,66%)
     
  • FTSE

    7.129,71
    +53,54 (+0,76%)
     
  • HANG SENG

    28.610,65
    -26,85 (-0,09%)
     
  • NIKKEI

    29.357,82
    +26,42 (+0,09%)
     
  • NASDAQ

    13.737,75
    +28,00 (+0,20%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3703
    +0,0037 (+0,06%)
     

GPA diz que Casino avalia potencial operação de mercado envolvendo subsidiária da Cnova

Paula Arend Laier
·2 minuto de leitura

(Atualiza com o comportamento de ações, comentário de analista)

Por Paula Arend Laier

SÃO PAULO (Reuters) - O Casino começou processo para potencial aumento de capital da Cdiscount, subsidiária direta da Cnova, na qual o GPA detém 34,17% de participação, afirmou o grupo brasileiro de varejo na noite da segunda-feira, o que fez suas ações dispararem na bolsa paulista.

A operação tem como objetivo habilitar o Cdiscount a acelerar plano de crescimento pode também incluir uma oferta secundária de ações detidas pelo grupo Casino e suas subsidiárias, entre elas o GPA, de acordo com comunicado do GPA à Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

"O conselho de administração de GPA recebeu de maneira positiva o lançamento desses estudos e aponta a excelente performance operacional dessa subsidiária, assim como o forte potencial de crescimento do Cdiscount e o ambiente favorável do mercado de capitais", afirmou o varejista brasileiro.

Na véspera, as ações do GPA fecharam em alta de 9,79%, replicando movimento registrado em vários pregões em março, em meio a especulações sobre venda de ativos pela companhia. No mês passado, os papéis acumularam elevação de 201,91%.

Por volta de 12:10, os papéis do GPA subiam 5,8%, a 39,2 reais, melhor desempenho do Ibovespa, que cedia 0,21%. Na máxima até o momento, os papéis chegaram a 39,95 reais (+7,97%).

Analistas do UBS avaliaram que, se os direitos preferenciais do GPA relacionados à Cnova forem válidos e o negócio for bem-sucedido, há potencial para criação de valor de curto prazo. Eles colocaram a recomendação e o preço-alvo da ação em revisão.

Considerando que Casino detém 64,8% da Cnova e o GPA, 34,1%, analistas do BTG Pactual estimam que, a preços atuais, a participação do GPA seria de 6,15 bilhões de reais.

No entanto, eles ponderam que, dada a liquidez muito baixa das ações da Cnova, o forte desempenho recente e a capitalização de mercado atual (2,65 bilhões de euros) não indicam necessariamente o valor justo potencial do ativo.

Analistas da XP Investimentos também avaliam que a transação pode destravar um valor adicional para o GPA, mas ponderou que os preços atuais já refletem uma probabilidade de 40% que a transação irá ocorrer. Eles também veem desafios para que ela seja concretizada no curto prazo.

"Dessa forma, estamos rebaixando nossa recomendação para "neutro" e ajustando nosso preço alvo para 39 reais por ação, de 28 reais antes.

No comunicado feito pelo Casino, recebido pelo GPA, o grupo francês também anunciou o início dos trabalhos preparatórios para potencial aumento de capital adicional da empresa de soluções de energia GreenYellow.