Mercado fechado
  • BOVESPA

    119.564,44
    +1.852,44 (+1,57%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.399,80
    +71,60 (+0,15%)
     
  • PETROLEO CRU

    65,31
    -0,38 (-0,58%)
     
  • OURO

    1.786,60
    +10,60 (+0,60%)
     
  • BTC-USD

    56.799,15
    +2.148,16 (+3,93%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.454,81
    +49,50 (+3,52%)
     
  • S&P500

    4.167,59
    +2,93 (+0,07%)
     
  • DOW JONES

    34.230,34
    +97,31 (+0,29%)
     
  • FTSE

    7.039,30
    +116,13 (+1,68%)
     
  • HANG SENG

    28.417,98
    -139,16 (-0,49%)
     
  • NIKKEI

    28.812,63
    -241,37 (-0,83%)
     
  • NASDAQ

    13.483,50
    -52,50 (-0,39%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4263
    -0,1130 (-1,73%)
     

Governos estaduais decretam lockdown para conter avanço da covid

Redação Notícias
·3 minuto de leitura
Rua lotada em Florianopolis, Santa Catarina
Rua lotada em Florianopolis, Santa Catarina (Photo by EDUARDO VALENTE / AFP) (Photo by EDUARDO VALENTE/AFP via Getty Images)

Com o avanço da pandemia no país, que registrou 1.541 mortes de covid-19 só na quinta-feira (25), vários estados estão endurecendo as medidas de combate à doença.

Superlotação, filas por vaga em leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) e o risco iminente de colapso na rede de saúde se tornaram cena comum em estados brasileiros nos últimos dias, no pior momento da pandemia de Covid-19 no país.

Leia também:

O governo de Santa Catarina anunciou um lockdown para este final de semana em todo o estado. A decisão prevê que o funcionamento de serviços não essenciais ficará suspenso das 23h de hoje até as 6h de segunda-feira (1°).

Desde o início da pandemia de coronavírus, Santa Catarina teve 7.164 mortes em decorrência da doença. Na rede pública, a taxa de ocupação dos leitos de UTI é de 91,2%.

O governador Carlos Moisés afirmou que vai ampliar a capacidade da rede hospitalar, garantir a distribuição de vacinas e assegurar a fiscalização das atividades. Em contrapartida, ele pede a ajuda da população.

"Não medimos esforços para proteger a vida dos catarinenses. Fizemos e continuamos fazendo tudo ao nosso alcance. O novo quadro que se apresenta é extremamente grave, e por isso, é fundamental que o Governo do Estado tome medidas ainda mais duras, pois o que importa é preservar a vida dos catarinenses".

Em vídeo divulgado nas redes sociais, Moisés afirmou que “não há solução viável sem a colaboração de todos. O respeito às regras é o caminho mais curto e seguro para que a normalidade seja restabelecida”.

LOCKDOWN NOTURNO

O governador Ibaneis Rocha decidiu decretar ‘lockdown’ no Distrito Federal a partir de segunda (1°). ”Vamos fechar tudo, exceto serviços essenciais, das 20h às 5h”, anunciou.

Ibaneis já cogitava adotar a medida caso as novas variantes mais agressivas e contagiosas do coronavírus passassem a ter transmissão comunitária no Distrito Federal.

Apesar de ainda não terem sido confirmadas transmissões dessas variantes no DF, a taxa de ocupação de leitos de UTIs se aproximando dos 100%, o governador resolveu antecipar a medida.

“Estamos com 92% de UTIs ocupadas e vamos tomar as providências aos poucos, na medida do que for necessário. Por enquanto, essas são as providências urgentes”, afirmou o governador.

Ele também se reuniu com prefeitos do Entorno, municípios goianos que fazem divisa com o DF, em busca de um alinhamento no enfrentamento à pandemia da covid-19.

“Essas novas variantes estão se disseminando pelo país. A gente já sabe que elas existem e são bem mais graves. A gente tem conversado com os técnicos da Secretaria de Saúde e, eles, por sua vez, [têm conversado] com o pessoal do ministério [da Saúde]”, comentou Ibaneis.

O Distrito Federal registrou 4.805 mortes por covid-19 desde o início da pandemia, segundo dados do Ministério da Saúde.

SÃO PAULO

O governo de São Paulo anunciou um toque de recolher noturno em todo estado após registrar o recorde de internações por Covid-19. A medida de restrição de circulação anunciada pelo governador João Doria valerá das 23h às 5h a partir desta sexta-feira (26) e seguirá até o dia 14 de março.