Mercado abrirá em 3 h 51 min
  • BOVESPA

    110.249,73
    +1.405,98 (+1,29%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.828,13
    +270,48 (+0,53%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,65
    +1,16 (+1,65%)
     
  • OURO

    1.776,20
    -2,00 (-0,11%)
     
  • BTC-USD

    42.265,08
    -937,52 (-2,17%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.055,62
    -8,23 (-0,77%)
     
  • S&P500

    4.354,19
    -3,54 (-0,08%)
     
  • DOW JONES

    33.919,84
    -50,63 (-0,15%)
     
  • FTSE

    7.057,06
    +76,08 (+1,09%)
     
  • HANG SENG

    24.221,54
    +122,40 (+0,51%)
     
  • NIKKEI

    29.639,40
    -200,31 (-0,67%)
     
  • NASDAQ

    15.083,25
    +59,25 (+0,39%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1771
    -0,0020 (-0,03%)
     

Governo usa imagem de homem armado para homenagear agricultores e gera críticas nas redes

·2 minuto de leitura

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - Nesta quarta-feira (28), Dia do Agricultor, a Secom (Secretaria de Comunicação) do governo federal usou uma imagem de um homem armado para homenagear os profissionais do campo.

A mensagem destaca, ainda, que esse trabalhadores não pararam de trabalhar durante a crise da Covid-19 e garantiram a comida na mesa de milhões de pessoas.

A peça publicitária repercutiu mal nas redes sociais.

Já na manhã desta quarta, usuários do Twitter comentavam que o governo homenageou um jagunço e não os agricultores. A maioria das publicações reforçavam que a imagem do homem do campo armado é antiquada e não representa o profissional do agronegócio brasileiro no século 21.

Ciro Gomes (PDT) qualificou a foto como "a simbologia do ódio e da morte em todos os espaços".

"Pelo amor de Deus, onde o governo Bolsonaro quer chegar? Veja que foto absurda postaram, hoje, supostamente para homenagear o Dia do Agricultor. É a simbologia do ódio e da morte em todos os espaços. Basta!", escreveu em sua conta no Twitter.

O deputado Ivan Valente (PSOL-SP) escreveu em uma rede social que hoje é dia do agricultor, e "não da milícia rural".

"Trocar enxada por arma é a cara de um governo que nada produz", disse.

O advogado criminalista Augusto de Arruda Botelho comentou no Twitter que é uma distopia retratar um agricultor com uma arma.

"Algumas vezes, eu ainda não acredito que chegamos a isso", escreveu.

Apoiadores do governo Apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) fizeram homenagens mais tradicionais à categoria nesta quarta. O deputado estadual Frederico D'Avila (PSL-SP) divulgou uma foto em meio a uma plantação e destacou que o setor "impulsiona a economia"e representa mais de 30% das exportações. Uma imagem do presidente o acompanha na publicação.

"Homenageio o produtor brasileiro pelo seu dia. Temos muito a comemorar, pois o Agronegócio impulsiona a economia nacional e representa mais de 30% das exportações brasileiras. Parabéns agricultor, parabéns à família da Agricultura que produz o alimento que sustenta esse País!", escreveu.

O empresário bolsonarista Luciano Hang fez sua própria homenagem: publicou um vídeo no qual mostra homens trabalhando em lavouras e destaca a importância do agronegócio para o PIB (Produto Interno Bruto).

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos