Mercado fechado
  • BOVESPA

    116.464,06
    -916,43 (-0,78%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.053,56
    -72,95 (-0,16%)
     
  • PETROLEO CRU

    52,80
    +0,19 (+0,36%)
     
  • OURO

    1.848,40
    -2,50 (-0,14%)
     
  • BTC-USD

    32.109,23
    -372,20 (-1,15%)
     
  • CMC Crypto 200

    649,15
    +1,83 (+0,28%)
     
  • S&P500

    3.849,62
    -5,74 (-0,15%)
     
  • DOW JONES

    30.937,04
    -22,96 (-0,07%)
     
  • FTSE

    6.654,01
    +15,16 (+0,23%)
     
  • HANG SENG

    29.391,26
    -767,75 (-2,55%)
     
  • NIKKEI

    28.749,51
    +203,33 (+0,71%)
     
  • NASDAQ

    13.555,00
    +69,50 (+0,52%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5159
    +0,0051 (+0,08%)
     

Governo de SP revela plano de vacinação contra a COVID; início em 25 de janeiro

Fidel Forato
·2 minuto de leitura

Nesta quarta-feira (6), o governo de São Paulo apresentou o Plano de Estadual de Imunização contra o novo coronavírus (SARS-CoV-2) para os 645 municípios do estado, incluindo cidades com prefeitos que iniciaram seus mandatos em 2021. De acordo com o cronograma oficial, a vacinação contra a COVID-19 será iniciada no dia 25 de janeiro, como já anunciado. Faltando menos de 20 dias para a data, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) ainda não aprovou, até o momento, nenhum imunizante contra o agente infeccioso.

Para a imunização contra a COVID-19, a estratégia estadual é que no dia 25 a vacinação seja iniciada em todas as regiões do estado, com a primeira dose da vacina CoronaVac, desenvolvida pela farmacêutica chinesa Sinovac e pelo Instituto Butantan, em São Paulo. Inclusive, na quinta-feira (7), devem ser divulgados os resultados de eficácia e de segurança do imunizante, obtidas durante a fase 3 de testes.

Vacinação contra a COVID-19 deve começar no dia 25 de janeiro no estado de São Paulo (Imagem: Reprodução/ Governo de São Paulo)
Vacinação contra a COVID-19 deve começar no dia 25 de janeiro no estado de São Paulo (Imagem: Reprodução/ Governo de São Paulo)

Nacionalmente, ainda não há uma data exata para o início da vacinação contra o coronavírus. No entanto, o Ministério da Saúde prevê que a imunização deve começar entre os dias 20 de janeiro e 10 de fevereiro.

Vacinação contra a COVID-19 em São Paulo

Segundo o Secretário de Estado da Saúde, Jean Gorinchteyn, a primeira etapa de vacinação estadual contra a COVID-19 deve priorizar profissionais da saúde, pessoas com 60 anos ou mais e grupos indígenas e quilombolas. Dentro desta etapa, a expectativa de São paulo é que nove milhões de pessoas sejam imunizadas, com a aplicação de 18 milhões de doses da CoronaVac, até o dia 28 de março.

Para alcançar esse objetivo em menos de três meses, a Secretaria Estadual da Saúde em parceria com os municípios paulistas espera dobrar o número total de postos de vacinação dos atuais 5,2 mil para até 10 mil. Além disso, a estimativa é de que a campanha de vacinação contra o coronavírus movimente cerca de 79 mil profissionais, com 54 mil trabalhadores do setor da saúde, além de 25 mil agentes da segurança pública para garantir a segurança e evitar aglomerações.

Vale lembrar que a vacina CoronaVac é composta a partir de fragmentos do coronavírus inativados (quando o vírus está "morto") e depende de duas doses para desenvolver a imunização contra a COVID-19 no organismo da pessoa vacinada. Até o momento, foi publicado apenas que o imunizante produz anticorpos em 97% dos voluntários.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: