Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.270,27
    +1.619,23 (+1,49%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.825,57
    +583,76 (+1,24%)
     
  • PETROLEO CRU

    91,42
    +0,92 (+1,02%)
     
  • OURO

    1.806,20
    -6,10 (-0,34%)
     
  • BTC-USD

    23.649,94
    +574,76 (+2,49%)
     
  • CMC Crypto 200

    557,17
    +25,95 (+4,88%)
     
  • S&P500

    4.210,24
    +87,77 (+2,13%)
     
  • DOW JONES

    33.309,51
    +535,10 (+1,63%)
     
  • FTSE

    7.507,11
    +18,96 (+0,25%)
     
  • HANG SENG

    19.610,84
    -392,60 (-1,96%)
     
  • NIKKEI

    27.819,33
    -180,63 (-0,65%)
     
  • NASDAQ

    13.396,25
    +364,75 (+2,80%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2397
    +0,0070 (+0,13%)
     

Governo de SP quer negociar compra de vacinas para crianças com a Pfizer

·2 min de leitura

O governo do estado de São Paulo busca negociar a compra de vacinas contra a covid-19 para crianças, de 5 a 11 anos, com a farmacêutica norte-americana Pfizer. O uso do imunizante da Pfizer/BioNTech foi autorizado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) na quinta-feira (16).

Após a decisão, "a Secretaria da Saúde do estado de São Paulo encaminhou um ofício à empresa comunicando o interesse do Governo do Estado", informou a administração em comunicado. A empresa ainda não se posicionou sobre o interesse da administração paulista.

Por enquanto, não há um prazo oficial para o início da vacinação nacional das crianças contra a covid-19, uma vez que o Ministério da Saúde ainda não adquiriu o imunizante de uso pediátrico.

Governo de São Paulo quer negociar a compra de vacinas da Pfizer para crianças (Imagem: Reprodução/Prostock-studio/Envato Elements)
Governo de São Paulo quer negociar a compra de vacinas da Pfizer para crianças (Imagem: Reprodução/Prostock-studio/Envato Elements)

Vacinação das crianças contra a covid-19

A vacina da Pfizer para este público é diferente da administrada atualmente para adultos e adolescentes. Para o público mais novo, a concentração do imunizante é menor e cabem mais doses em um único frasco. Além disso, há diferença na cor da embalagem da Pfizer; ela é laranja para as crianças e azul para os adultos.

Dessa forma, as doses disponíveis do imunizante da Pfizer contra a covid-19 não podem ser aplicadas no público infantil, e a Anvisa também não permite a simples diluição da vacina para adultos. Para começar a imunização nas crianças, novos acordos precisarão ser firmados com a farmacêutica, o que incluirá a compra de novos lotes da fórmula adaptada.

Vale lembrar que, no estado de São Paulo, 78,3% da população com o esquema vacinal completo — duas doses ou imunizante de dose única. No total, 85,1% já inciou o processo de imunização, de acordo com dados do Vacinômetro do estado. Com o início da vacinação contra covid-19 das crianças de 5 a 11 anos, a taxa deve crescer.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos