Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.439,37
    -2.354,91 (-2,07%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.307,71
    -884,62 (-1,69%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,96
    -0,65 (-0,90%)
     
  • OURO

    1.753,90
    -2,80 (-0,16%)
     
  • BTC-USD

    47.897,12
    +567,97 (+1,20%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.193,48
    -32,05 (-2,62%)
     
  • S&P500

    4.432,99
    -40,76 (-0,91%)
     
  • DOW JONES

    34.584,88
    -166,44 (-0,48%)
     
  • FTSE

    6.963,64
    -63,84 (-0,91%)
     
  • HANG SENG

    24.920,76
    +252,91 (+1,03%)
     
  • NIKKEI

    30.500,05
    +176,71 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.282,75
    -226,75 (-1,46%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1994
    +0,0146 (+0,24%)
     

Governo de SP estende vale gás para todo o estado

·3 minuto de leitura
*ARQUIVO* SÃO PAULO, SP, 27.05.2021 - O Governador João Doria. (Foto: Mathilde Missioneiro/Folhapress)
*ARQUIVO* SÃO PAULO, SP, 27.05.2021 - O Governador João Doria. (Foto: Mathilde Missioneiro/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou nesta terça-feira (3) a ampliação do programa vale-gás para todo o estado. Quando o programa foi lançado, no início de julho, somente 82 municípios eram beneficiados. A partir de agora, cidadãos de todas as cidades paulistas poderão receber o auxílio, no valor de R$ 100.

Com a ampliação, o número de famílias elegíveis subirá de 104 mil para 427 mil. O total de pessoas impactadas pelo programa irá de 500 mil para 2 milhões. O orçamento do programa também foi aumentado, passando de R$ 31 milhões para R$ 128 milhões.

O programa consiste no pagamento de três parcelas de R$ 100 a cada dois meses. Segundo o governo do estado, para os novos beneficiários, a primeira parcela estará disponível assim que a inscrição for confirmada (para quem já fazia parte do programa foi paga em 20 de julho). A segunda parcela será liberada em setembro, e a terceira, em dezembro.

De acordo com a secretária estadual de Desenvolvimento Social, Célia Parnes, a grande procura pelo programa foi o que motivou a decisão de incluir novas famílias. Segundo ela, desde que o vale-gás foi lançado, o site destinado a essa iniciativa teve mais de 5 milhões de acessos.

"O vale-gás foi criado originalmente para atender famílias em favelas, comunidades e locais com baixíssima infraestrutura", diz a secretária. Esse foi o motivo pelo qual, segundo ela, somente 82 municípios faziam parte da fase inicial do programa.

A secretária acrescentou que podem receber o vale-gás as famílias cuja renda mensal por pessoa seja de até R$ 178 e que não recebam o Bolsa Família, do governo federal. As pessoas devem estar inseridas no CadÚnico (Cadastro Único do governo federal para programas sociais).

A família que deseja saber se está inscrita no programa e, portanto, pode receber a grana, deve fazer uma consulta do site específico criado pelo governo do estado para essa finalidade. É necessário informar o NIS (Número de Identificação Social).

"O vale-gás é um programa social de grande significado na vida das famílias vulneráveis", afirmou Doria. Segundo ele, "um botijão de gás atende uma família de cinco a seis pessoas por dois meses".

Além do vale-gás, Doria afirmou que o governo paulista já doou cerca de 4,2 milhões de cestas básicas durante a pandemia de Covid-19, por meio do programa Alimento Solidário. Segundo ele, parte do valor investido na compra dessas cestas veio da iniciativa privada.

*

QUEM TEM DIREITO

Moradores de qualquer cidade do estado de São Paulo que:

- Possuam renda familiar por pessoa de até R$ 178 por mês

- Estejam inseridos no CadÚnico (Cadastro Único do governo federal para programas sociais)

- Não recebam o Bolsa Família

COMO CONSULTAR

- Para saber se você tem direito ao vale-gás, acesse um desses dois sites do governo de São Paulo:

https://www.bolsadopovo.sp.gov.br/

https://www.valegas.sp.gov.br/

- É necessário informar o NIS (Número de Identificação Social)

COMO SACAR

As famílias que atenderem aos critérios de elegibilidade receberão um voucher para sacar o dinheiro em caixas eletrônicos ou em agências do Banco do Brasil

DATAS DO PAGAMENTO

- Primeira parcela: começou a ser paga no dia 20 de julho. Segundo o governo do estado, para os novos beneficiários, o valor estará disponível assim que a inscrição for confirmada

- Segunda parcela: setembro

- Terceira parcela: dezembro

EM CASO DE DÚVIDAS

- Central de Atendimento do Bolsa do Povo: 0800-7979800

- Assistente virtual do Bolsa do Povo pelo WhatsApp: (11) 98714-2645

ATENÇÃO:

O governo de São Paulo informa que não liga ou envia mensagens de texto para solicitar informações de dados pessoais e nem para ativação de links de participação e/ou acesso a programas e serviços públicos oferecidos aos cidadãos

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos