Mercado abrirá em 1 h 49 min
  • BOVESPA

    107.249,04
    -1.819,51 (-1,67%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.078,70
    +352,74 (+0,70%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,49
    +1,03 (+1,44%)
     
  • OURO

    1.805,70
    +4,20 (+0,23%)
     
  • BTC-USD

    17.254,33
    +438,62 (+2,61%)
     
  • CMC Crypto 200

    407,15
    +12,47 (+3,16%)
     
  • S&P500

    3.963,51
    +29,59 (+0,75%)
     
  • DOW JONES

    33.781,48
    +183,56 (+0,55%)
     
  • FTSE

    7.482,23
    +10,06 (+0,13%)
     
  • HANG SENG

    19.900,87
    +450,64 (+2,32%)
     
  • NIKKEI

    27.901,01
    +326,58 (+1,18%)
     
  • NASDAQ

    11.676,75
    +31,25 (+0,27%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5314
    +0,0308 (+0,56%)
     

Governo de São Paulo anuncia investimentos de R$ 100 mi em pesquisas científicas

O Governo do Estado de São Paulo lançou, em evento nesta quinta-feira (27), o edital “Ciência para o Desenvolvimento”, que selecionará pesquisas científicas sociais no Estado de São Paulo executadas por pesquisadores de universidades e institutos de pesquisas (públicos ou privados).

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Estado de São Paulo, destinará um total de R$ 100 milhões aos núcleos de pesquisas orientadas. Os projetos serão financiados pela Fapesp, com apoio da iniciativa privada.

A expectativa é que o valor dos recursos estimule a movimentação de R$ 400 milhões nos próximos anos. As instituições se comprometem com a participação na realização da pesquisa, cofinanciamento e na aplicação dos resultados da competitividade e/ou políticas públicas, baseados nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

Secretária de Desenvolvimento Econômico, Patricia Ellen/ Imagem: Governo do Estado de São Paulo
Secretária de Desenvolvimento Econômico, Patricia Ellen/ Imagem: Governo do Estado de São Paulo

O edital deverá estimular as pesquisas que trabalham na solução de problemas no estado de São Paulo, principalmente nas áreas de agricultura, saúde, cidades inteligentes (Mobilidade Urbana, Segurança, Habitação e Meio Ambiente), manufatura avançada, energia para o desenvolvimento (eficiência energética), educação, conservação ambiental e sustentabilidade (Centro de Síntese de conhecimento para políticas públicas) e redução da desigualdade.

Durante o evento a secretária Patricia Ellen destacou que ciência e tecnologia também são essenciais para promover a segurança pública e geração de empregos. “Nos últimos 10 anos, todo o trabalho que eu tenho feito tem sido dedicado para aproximar a ciência e a tecnologia na resolução dos problemas sociais. Meu sonho é ver a ciência sendo aplicada cada vez mais na busca pela cura de doenças, na Segurança e Educação com o objetivo de gerar oportunidades para as pessoas”, comentou.

Já o Governador João Doria ressaltou a importância da ciência para impulsionar os pilares da atual gestão. “Na segurança pública [é importante] para evitar o crime. Ação preventiva é mais eficiente, evita confrontos, evita mortes, evita feridos e, fundamentalmente, evita o crime. E a ciência e tecnologia podem ajudar também na qualificação profissional, na formação daqueles que podem obter empregos por terem boa formação”, afirmou.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: