Governo retoma processo de desestatização do IRB

O Conselho Nacional de Desestatização (CND) autorizou o aumento de capital social do IRB-Brasil Re, em montante equivalente a, no mínimo 2% e no máximo 15%. A resolução foi publicada nesta sexta-feira no Diário Oficial da União. O aumento de capital permite a troca de controle da maior resseguradora da América Latina em empresa privada, sem a necessidade de licitação.

De acordo com a resolução, no aumento de capital a União renunciará, na totalidade, ao exercício do direito de preferência na subscrição de ações. O preço de cada ação para fins de subscrição das ações passa para R$ 2.577,00. Além disso, passam a fazer parte do capital do IRB BB Seguros,o Bradesco Auto Re, Itaú Seguros, Itaú Vida e Previdência e o fundo Caixa.

O processo de reestruturação do IRB começou há cerca de 2 anos e foi necessário porque o mercado de resseguros foi aberto a novos competidores, am abril de 2008.

Carregando...