Governo reduz projeção de receitas primárias de 2012

O governo estimou uma redução de R$ 630,1 milhões na projeção das receitas primárias, líquidas de transferências, para este ano. A nova previsão está no relatório bimestral de receitas e despesas orçamentárias relativo ao quinto bimestre. A revisão é em relação ao previsto no último relatório há dois meses.

Segundo o documento, nas receitas administradas a frustração de receita em mais R$ 8,862 bilhões, em relação à projeção constante da quarta avaliação bimestral de 2012, se deve as reduções nas projeções para o Imposto de Renda (IR), Contribuição Social para Lucro Líquido (CSLL) e Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI).

A previsão de arrecadação das receitas previdenciárias apresentou incremento de R$ 3,5 bilhões. As demais receitas primárias do Governo Central têm expectativa de aumento, em relação ao montante estimado na quarta avaliação bimestral de 2012, da ordem de R$ 1,0 bilhão.

Carregando...