Governo reduz previsão para novas vagas no Caged de 2012

O diretor do Departamento de Emprego e Salário do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), Rodolfo Torelly, reduziu nesta sexta-feira sua projeção para o volume de vagas formais criadas este ano pelas contas do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), de 1,5 milhão para 1,4 milhão. No ano até outubro, o MTE contabiliza um saldo de 1,689 milhão de novos trabalhadores com carteira assinada.

"Em novembro, com certeza, ainda teremos saldo positivo de empregos", previu. Pelo histórico do Caged, o final do ano começa a perder o fôlego de contratações com os desligamentos de trabalhadores temporários contratados em função das festas de fim de ano.

Em 2008, quando o saldo de outubro ficou mais parecido com o apresentado hoje pelo MTE, novembro registrou fechamento de postos de trabalho. "Não disse que vai melhorar o nível de emprego em novembro, mas disse que vai ser positivo", considerou. Já dezembro, de acordo com o diretor, costuma registrar sempre uma forte queda do emprego. "Dezembro deve dar marcha ré", considerou. Ele não acredita, porém, que o saldo negativo do último mês do ano será tão forte quanto o visto há quatro anos. "Com certeza vai ficar abaixo dos 600 mil postos fechados em dezembro de 2008."

Carregando...