Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.487,88
    +1.482,66 (+1,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.518,30
    +228,39 (+0,45%)
     
  • PETROLEO CRU

    112,70
    +0,49 (+0,44%)
     
  • OURO

    1.845,10
    +3,90 (+0,21%)
     
  • BTC-USD

    29.209,42
    -1.118,51 (-3,69%)
     
  • CMC Crypto 200

    650,34
    -23,03 (-3,42%)
     
  • S&P500

    3.901,36
    +0,57 (+0,01%)
     
  • DOW JONES

    31.261,90
    +8,77 (+0,03%)
     
  • FTSE

    7.389,98
    +87,24 (+1,19%)
     
  • HANG SENG

    20.717,24
    +596,56 (+2,96%)
     
  • NIKKEI

    26.739,03
    +336,19 (+1,27%)
     
  • NASDAQ

    11.838,00
    -40,25 (-0,34%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1528
    -0,0660 (-1,26%)
     

Governo reajusta teto do INSS; veja como fica a contribuição

·2 min de leitura
O reajuste do INSS, de 10,16%, segue a variação do INPC do ano anterior
O reajuste do INSS, de 10,16%, segue a variação do INPC do ano anterior

(Getty Images)

  • Governo publica reajustes de benefícios do INSS

  • Teto sobe para R$ 7.087,22

  • Contribuintes devem ficar atentos aos novos valores

O governo federal publicou, no Diário Oficial da União desta quinta-feira (20), os reajustes dos benefícios do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social). O teto, que antes era de R$ 6.433,57, subiu para R$ 7.087,22.

O valor altera a quantia recebida por aposentados e pensionistas que ganham mais que um salário mínimo. O reajuste, de 10,16%, segue a variação do INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor) do ano anterior.

Leia também:

Conforme apurado pelo g1, somente quem já recebia o benefício em 1º de janeiro do ano passado tem direito ao reajuste de 10,16%. Os demais, como não completaram 12 meses de pagamentos, contam com percentual menor. Veja:

  • Fevereiro de 2021 - 9,86%

  • Março de 2021 - 8,97%

  • Abril de 2021 - 8,04%

  • Maio de 2021 - 7,63%

  • Junho de 2021 - 6,61%

  • Julho de 2021 - 5,97%

  • Agosto de 2021 - 4,90%

  • Setembro de 2021 - 3,99%

  • Outubro de 2021 - 2,75%

  • Novembro de 2021 - 1,58%

  • Dezembro de 2021 - 0,73%

Já o valor do benefício de quem recebe um salário mínimo passa para R$ 1.212, uma vez que o piso nacional foi alterado no primeiro dia deste ano.

Novos valores de contribuição

Graças ao reajuste, os trabalhadores que contribuem com o INSS também devem ficar atentos aos novos valores.

Confira a tabela abaixo:

Salário

Dedução do INSS

Até R$ 1.212,00

-

De R$ 1.212,01 a R$ 2.427,35

R$ 18,18

De R$ 2.427,36 a R$ 3.641,03

R$ 91,00

De R$ 3.641,04 a R$ 7.087,22

R$ 163,82

-

Limite de contribuição: R$ 828,39

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos