Mercado fechado
  • BOVESPA

    114.647,99
    +1.462,52 (+1,29%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.798,38
    +658,14 (+1,26%)
     
  • PETROLEO CRU

    82,66
    +1,35 (+1,66%)
     
  • OURO

    1.768,10
    -29,80 (-1,66%)
     
  • BTC-USD

    60.672,25
    -1.742,13 (-2,79%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.464,06
    +57,32 (+4,07%)
     
  • S&P500

    4.471,37
    +33,11 (+0,75%)
     
  • DOW JONES

    35.294,76
    +382,20 (+1,09%)
     
  • FTSE

    7.234,03
    +26,32 (+0,37%)
     
  • HANG SENG

    25.330,96
    +368,37 (+1,48%)
     
  • NIKKEI

    29.068,63
    +517,70 (+1,81%)
     
  • NASDAQ

    15.144,25
    +107,00 (+0,71%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3297
    -0,0741 (-1,16%)
     

Governo quer suspender Bolsa Família para 22 mil beneficiários

·1 minuto de leitura
Senhora exibindo cartão do Bolsa Família
AGU recorreu da reintegração dos pagamentos, aprovada pelo STF

(VANDERLEI ALMEIDA/AFP via Getty Images)

  • AGU assinou petição para desobrigar a União a pagar o Bolsa Família para 22 mil famílias 

  • Medida foi tomada após Ministério da Cidadania e STF cancelarem os cortes feitos

  • De acordo com a AGU, haveria fraudes e pessoas com renda acima do permitido

A AGU (Advocacia Geral da União) solicitou ao STF (Supremo Tribunal Federal) a suspensão do pagamento do Bolsa Família a 22 mil beneficiários. De acordo com a entidade, há fraudes e pessoas com renda acima do permitido.

Anteriormente, mas haviam sido feitos 102 mil cortes, mas o ministro Marco Aurélio Mello ordenou a reintegração em oito estados: Bahia, Ceará, Paraíba, Maranhão, Piauí, Rio Grande do Norte, Pernambuco e Alagoas. Com isso, 80 mil foram reestabelecidos pelo Ministério da Cidadania, ao passo que os demais voltaram por ordem do STF. As informações são do IG.

Leia também:

Em petição, a AGU recorreu. “Em outras palavras, ao determinar a “reintegração, no prazo de 10 dias, das famílias excluídas do Programa Bolsa Família”, o então Ministro Relator acabou por provocar a reversão de todos os atos de cancelamento operados pelo Ministério da Cidadania, mesmo aqueles motivados em perda das condições de elegibilidade pelo beneficiário, ou verificação de fraudes ao sistema do PBF [Programa Bolsa Família]”, disse.

Segundo a AGU, mais de 9,5 mil famílias saíram do Cadastro Único por vontade própria ou por não corresponderem aos critérios do programa. Outras 12,6 mil, ainda integradas ao Cadastro Único, não seriam mais elegíveis.

A petição para suspender o pagamento foi assinada por conta da demora do ministro Kassio Nunes, que deveria julgar o caso, ao definir uma data.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos