Mercado fechado

Governo quer concluir acordo Mercosul-Canadá até julho, diz secretário

Mariana Ribeiro e Estevão Taiar

“Também queremos concluir até dezembro os acordos Mercosul-Coreia, Mercosul-Singapura e Brasil-México”, completou Lucas Ferraz O secretário de Comércio Exterior do Ministério da Economia, Lucas Ferraz, disse nesta quinta-feira que 2019 foi um “ano de inflexão na política comercial do Brasil” e afirmou que o objetivo do governo é concluir até julho deste ano o acordo comercial entre Mercosul e Canadá.

“Também queremos concluir até dezembro os acordos Mercosul-Coreia, Mercosul-Singapura e Brasil-México”, disse durante apresentação do resultado da balança comercial de 2019.

Para Lucas Ferraz, 2019 foi um “ano de inflexão na política comercial do Brasil”

Silvia Zamboni/Valor

Exportações para a região tiveram maior queda percentual

Corrente de comércio caiu 5,7% em 2019, diz secretário

Ferraz também afirmou que o governo pretende concluir em 2020 uma agenda não tarifária com os Estados Unidos e iniciar negociações com Japão, Indonésia e Vietnã. “Índia é uma possibilidade”, completou.

Dentro do Mercosul, disse que espera a continuidade do debate sobre a modernização da Tarifa Externa Comum (TEC), a inclusão do setor automotivo, um avanço da agenda de convergência regulatória e o início do debate sobre a inclusão do setor de açúcar no bloco.