Governo quer aumentar o número de rotas e voos entre cidades do interior

SÃO PAULO - A presidente Dilma Rousseff disse, nesta segunda-feira (7), durante o programa “Café com a Presidenta”, que o governo quer aumentar o número de rotas e voos entre as cidades do interior e melhorar os serviços prestados aos passageiros.

Segundo a presidente, o País, além de ter bons e modernos aeroportos nas grandes metrópoles, precisa de uma rede de aeroportos que atendam as cidades do interior, as pequenas e as médias. A previsão é que sejam construídos 270 aeroportos regionais, com investimentos de R$ 7,3 bilhões do governo.

“Isso é muito importante para garantir o desenvolvimento regional e a mobilidade da população, inclusive de quem vive em locais mais distantes dos grandes centros”.

Incentivos
A presidente disse ainda que os aeroportos que estão fora das capitais e que movimentem até 1 milhão de passageiros por ano não vão mais cobrar as tarifas aeroportuárias, que são as chamadas tarifas de embarque.

Outra medida é a ajuda que o governo vai dar para implantação e manutenção das rotas regionais. “Em algumas regiões, a passagem fica muito cara, mas, se aquela linha for importante, o governo vai ajudar a cobrir o custo do voo. O governo vai pagar até a metade dos assentos vazios, limitado a 60 assentos por aeronave”.

Carregando...