Mercado abrirá em 1 h 46 min
  • BOVESPA

    107.005,22
    +758,07 (+0,71%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.289,91
    +895,88 (+1,78%)
     
  • PETROLEO CRU

    112,45
    +0,24 (+0,21%)
     
  • OURO

    1.842,90
    +1,70 (+0,09%)
     
  • BTC-USD

    30.328,73
    +1.212,01 (+4,16%)
     
  • CMC Crypto 200

    678,08
    +25,85 (+3,96%)
     
  • S&P500

    3.900,79
    -22,89 (-0,58%)
     
  • DOW JONES

    31.253,13
    -236,94 (-0,75%)
     
  • FTSE

    7.443,61
    +140,87 (+1,93%)
     
  • HANG SENG

    20.717,24
    +596,56 (+2,96%)
     
  • NIKKEI

    26.739,03
    +336,19 (+1,27%)
     
  • NASDAQ

    12.039,75
    +161,50 (+1,36%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1773
    -0,0415 (-0,80%)
     

Governo prevê abatimento de R$ 2,4 bilhões em contas de luz de janeiro

·1 min de leitura
Governo vai abater R$ 2,4 bilhões das contas de luz em janeiro. Foto: Getty Images.
Governo vai abater R$ 2,4 bilhões das contas de luz em janeiro. Foto: Getty Images.
  • Governo vai abater R$ 2,4 milhões das contas de energia dos consumidores neste mês de janeiro;

  • O chamado bônus para o consumidor permitiu uma economia equivalente ao consumo anual do estado da Paraíba ou do Rio Grande do Norte;

  • Os 5,6 milhões MWh economizados podem abastecer 32,8 milhões de famílias por mês.

Segundo dados fornecidos pelo Ministério de Minas e Energia (MME), o Programa de Incentivo à Redução Voluntária de Consumo de Energia Elétrica dará R$ 2,4 bilhões de bônus na conta de luz de janeiro para os consumidores residenciais.

O projeto permitiu a economia de 5,6 milhões de megawatt/hora (MWh) de setembro a dezembro de 2021, representando por volta de 4,5% a menos na tarifa do consumidor.

Leia também:

Informações preliminares explicitam que o chamado bônus para o consumidor permitiu uma economia equivalente ao consumo anual do estado da Paraíba ou do Rio Grande do Norte.

Os 5,6 milhões MWh economizados têm capacidade de abastecer 32,8 milhões de famílias ao mês. O número equivale a 3,81% da capacidade máxima de armazenamento no subsistema Sudeste/Centro-Oeste, que é apontado como principal sistema de abastecimento de água do país.

Em outra comparação, a energia economizada corresponde à geração das usinas termelétricas de Angra I e II no período de quatro meses.

A redução equivale a cerca de 2,7% do consumo de energia apurado por todo o Brasil entre setembro e dezembro de 2020, período de referência para análise. Esse resultado comprova a eficiência do programa e sua aderência.

O projeto foi proposto pelo Governo Federal no âmbito da Câmara de Regras Excepcionais para a Gestão Hidroenergética (CREG) para enfrentar a escassez hídrica no país, que se encontra em seu pior cenário.

Com informações do site do Governo Federal.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos