Mercado abrirá em 36 mins
  • BOVESPA

    116.464,06
    -916,43 (-0,78%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.053,56
    -72,95 (-0,16%)
     
  • PETROLEO CRU

    52,82
    +0,21 (+0,40%)
     
  • OURO

    1.841,90
    -9,00 (-0,49%)
     
  • BTC-USD

    31.558,30
    -814,41 (-2,52%)
     
  • CMC Crypto 200

    634,47
    -5,45 (-0,85%)
     
  • S&P500

    3.849,62
    -5,74 (-0,15%)
     
  • DOW JONES

    30.937,04
    -22,96 (-0,07%)
     
  • FTSE

    6.607,75
    -46,26 (-0,70%)
     
  • HANG SENG

    29.297,53
    -93,73 (-0,32%)
     
  • NIKKEI

    28.635,21
    +89,03 (+0,31%)
     
  • NASDAQ

    13.514,25
    +28,75 (+0,21%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4916
    -0,0192 (-0,29%)
     

Governo pretende lançar Plano Nacional de Mineração até agosto

·1 minuto de leitura
***FOTO DE ARQUIVO***Rio de Janeiro, Rj, BRASIL. 06/11/2019;  Bento Albuquerque,ministro de Minas e energia participa de coletiva de imprensa após leilão
***FOTO DE ARQUIVO***Rio de Janeiro, Rj, BRASIL. 06/11/2019; Bento Albuquerque,ministro de Minas e energia participa de coletiva de imprensa após leilão

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, informou na sexta-feira (10) que a pasta vai lançar um Plano Nacional de Mineração com metas definidas até 2023. Albuquerque falou durante uma live promovida por um banco. As informações são da Agência Brasil.

O secretário de Geologia, Mineração e Transformação Ambiental, Alexandre Vidigal, também participou da transmissão ao vivo, disse que o plano deverá ser divulgado até o início de agosto.

“São dez planos bem definidos, com 108 metas. Está na fase de apresentação, onde os atores da mineração podem opinar”, informou o secretário. Segundo Vidigale, não existem estudos sobre o setor há vários anos. “O setor mineral não se encontrava em estudos da economia pública há algumas décadas. Isso é preocupante. Se você não tem dados oficiais, estudos, você tem dificuldade de fazer planejamento, fazer políticas públicas.”

O programa abordará, dentre outros pontos, economia mineral, sustentabilidade, expansão em novas áreas e a imagem da mineração junto à sociedade. “A mineração que a sociedade percebe não é a mineração que o Brasil faz”, disse Vidigal. Ele acrescentou que a maioria das metas que constarão do plano já está em andamento. “Temos um projeto para a mineração brasileira.”

O ministro Bento Albuquerque disse ainda que a pasta também pretende formar um conselho nacional que defina as políticas minerais do país. “Nós encontramos a mineração brasileira, com a importância que ela tem para a economia, sem um planejamento. Estamos trabalhando junto com os agentes para que tenhamos um conselho nacional que possa definir as políticas minerais do país”.