Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.941,68
    -160,31 (-0,15%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.599,38
    -908,97 (-1,73%)
     
  • PETROLEO CRU

    84,83
    -0,72 (-0,84%)
     
  • OURO

    1.836,10
    -6,50 (-0,35%)
     
  • BTC-USD

    35.444,94
    -2.062,19 (-5,50%)
     
  • CMC Crypto 200

    870,86
    +628,18 (+258,85%)
     
  • S&P500

    4.397,94
    -84,79 (-1,89%)
     
  • DOW JONES

    34.265,37
    -450,02 (-1,30%)
     
  • FTSE

    7.494,13
    -90,88 (-1,20%)
     
  • HANG SENG

    24.965,55
    +13,20 (+0,05%)
     
  • NIKKEI

    27.522,26
    -250,67 (-0,90%)
     
  • NASDAQ

    14.411,00
    -430,00 (-2,90%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1900
    +0,0599 (+0,98%)
     

Governo prepara lançamento de fundos imobiliários federais em plano de desestatização

·1 min de leitura
Sede do Ministério da Economia em Brasília

BRASÍLIA (Reuters) - O Ministério da Economia iniciou um processo de sondagem de mercado para a criação de fundos imobiliários federais, com previsão de lançamento dos editais no mês de março.

De acordo com a pasta, o projeto "Incorpora Brasil" contará, inicialmente, com 237 ativos que serão incorporados aos primeiros fundos. O plano prevê a criação de fundos com vocação similar, como de logística e de desenvolvimento.

Nota do ministério afirma que farão parte da estratégia, por exemplo, o aeroporto Carlos Prates, em Belo Horizonte (MG), e a área Beira-Mar Sul, em Florianópolis (SC).

O secretário especial de Desestatização, Desinvestimento e Mercados, Diogo Mac Cord, diz que o programa busca uma "solução no atacado" ao invés de optar pela venda individual de imóveis.

Para ele, o plano de criar cotas dentro de um fundo amplia a liquidez de grandes imóveis da União, que não teriam o mesmo êxito se fossem vendidos isoladamente.

A sondagem feita pelo Ministério da Economia com agentes de mercado começou no dia 5 de janeiro e será encerrada em 28 de janeiro. A previsão é que os editais-piloto dos fundos sejam lançados em março.

(Por Bernardo Caram)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos