Mercado fechado
  • BOVESPA

    120.348,80
    -3.132,20 (-2,54%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.892,28
    -178,62 (-0,39%)
     
  • PETROLEO CRU

    52,04
    -0,32 (-0,61%)
     
  • OURO

    1.827,70
    -2,20 (-0,12%)
     
  • BTC-USD

    36.536,54
    +1.535,88 (+4,39%)
     
  • CMC Crypto 200

    701,93
    -33,21 (-4,52%)
     
  • S&P500

    3.768,25
    -27,29 (-0,72%)
     
  • DOW JONES

    30.814,26
    -177,24 (-0,57%)
     
  • FTSE

    6.735,71
    -66,25 (-0,97%)
     
  • HANG SENG

    28.573,86
    +76,96 (+0,27%)
     
  • NIKKEI

    28.519,18
    -179,12 (-0,62%)
     
  • NASDAQ

    12.759,00
    -43,25 (-0,34%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3926
    +0,0791 (+1,25%)
     

Governo de MG espera acordo com Vale sobre Brumadinho em janeiro

·1 minuto de leitura
Equipes de resgate trabalham após rompimento de barragem da Vale em Brumadinho

(Reuters) - O governo de Minas Gerais e a mineradora Vale não chegaram a um acordo sobre compensações ao Estado pelo desastre de Brumadinho (MG) em reunião nesta quinta-feira, mas a expectativa é de um acerto em janeiro, disse o secretário-geral da administração estadual, Mateus Simões.

O encontro ocorreu dentro de um processo de mediação entre as partes conduzido pelo Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJ-MG).

"Já temos um novo encontro marcado para dia 7 e janeiro... e a expectativa é que ainda dentro do mês de janeiro tenhamos uma nova audiência, com expectativa de que seja a última e definitiva audiência sobre esse acordo", disse Simões a jornalistas.

Em comunicado à parte, a Vale afirmou que as negociações seguem avançando no Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania, órgão de mediação do TJ-MG, mas reiterou que ainda não há definições de valores.

"A Vale permanece empenhada em reparar integralmente os atingidos e as comunidades impactadas... As tratativas entre as partes continuam acontecendo com o Estado de Minas Gerais e instituições de Justiça", disse a empresa.

Ocorrido em janeiro de 2019, o desastre ocasionado pelo rombimento de uma barragem de rejeitos da vale em Brumadinho deixou cerca de 270 mortos.

(Por Luciano Costa)