Mercado abrirá em 3 h 43 min
  • BOVESPA

    128.427,98
    -339,48 (-0,26%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.170,78
    +40,90 (+0,08%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,44
    +0,36 (+0,49%)
     
  • OURO

    1.781,00
    -2,40 (-0,13%)
     
  • BTC-USD

    33.287,91
    -723,78 (-2,13%)
     
  • CMC Crypto 200

    805,02
    -5,17 (-0,64%)
     
  • S&P500

    4.241,84
    -4,60 (-0,11%)
     
  • DOW JONES

    33.874,24
    -71,34 (-0,21%)
     
  • FTSE

    7.089,68
    +15,62 (+0,22%)
     
  • HANG SENG

    28.882,46
    +65,39 (+0,23%)
     
  • NIKKEI

    28.875,23
    +0,34 (+0,00%)
     
  • NASDAQ

    14.348,00
    +85,00 (+0,60%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,9329
    +0,0044 (+0,07%)
     

Governo irá lançar medidas para caminhoneiros; veja detalhes

·2 minuto de leitura

BRASÍLIA — O governo lança nesta terça-feira, em cerimônia no Palácio do Planalto, um conjunto de medidas para atender aos caminhoneiros, base eleitoral do presidente Jair Bolsonaro. As ações incluem digitalização de serviços e investimentos em infraestrutura nas estradas.

O pacote foi batizado de Gigantes do Asfalto e também prevê novas medidas para o futuro, inclusive formas de reduzir o preço dos combustíveis e renovação da frota. As medidas para atender os caminhoneiros foram pedidas por Bolsonaro, após parte da categoria — principalmente autônomos — ameaçaram greves no ano passado.

O governo não deve anunciar agora um plano para reduzir o preço do diesel, depois que a isenção do PIS/Cofins sobre o combustível acabou. A forma como pode reduzir o preço do combustível ainda está sendo avaliada.

— Esse programa vai diminuir a burocracia, simplificar procedimentos, para ter um setor mais eficiente e produtivo — disse o secretário-executivo do Ministério da Infraestrutura, Marcelo Sampaio.

Como parte do pacote, o Ministério da Infraestrutura prevê R$ 9,7 bilhões em obras como áreas de escape, pontos de parada e descanso, terceira faixa e formas mais rápidas de pagamento de pedágio e pesagem.

A Caixa Econômica Federal irá lançar uma linha de crédito e uma conta digital para os caminhoneiros, além de uma linha de crédito para a reforma de pontos de parada.

Uma medida provisória (MP) irá implementar o Documento Eletrônico de Transportes ( DT-e), uma plataforma digital para integrar, simplificar e digitalizar diversos documentos necessários ao transporte de cargas no país, comparado ao e-Social. Esse documento digital poderá ser monitorado à distância.

— Será uma grande plataforma que irá integrar documentos, que hoje são impressos, o que gera um desgaste enorme. Essa é uma medida estruturante. O documento eletrônico vai reduzir o custo operacional — disse o secretário.

Outra MP vai aumentar a margem de erro das balanças de 10% para 12,5% e permitir que os pátios de recolhimento dos veículos fiquem abertos 24 horas por dia.

Além disso, um aplicativo irá integrar a carteira de motoristas (CNH) e o registro de licenciamento do veículo (CRLV).

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos