Governo da França não estuda participação na Peugeot

O ministro de Finanças da França, Pierre Moscovici, disse que o governo está em contato diário com os administradores da montadora PSA Peugeot Citroën, mas repetiu que não há plano de o governo assumir uma participação na companhia. Os comentários do ministro do Orçamento, Jérôme Cahuzac, na semana passada, de que seria tecnicamente possível assumir uma fatia na montadora gerou especulação de que esse plano estava em vigor.

"Jérôme Cahuzac disse simplesmente que, se fosse necessário, nós possuíamos ferramentas para estudar uma participação no capital (da Peugeot), mas isso não está na agenda", afirmou Moscovici.

Acusado por um membro da oposição de apresentar uma mensagem inconsistente em relação à montadora, ele disse que a crise da indústria automobilística e os problemas da Peugeot são anteriores ao governo atual. "Nós estamos confrontando decisões sobre (a Peugeot) e nós apoiamos esse grupo e seus empregados e nós estamos lidando com essas questões", acrescentou. As informações são da Dow Jones.

Carregando...