Mercado fechado
  • BOVESPA

    112.914,59
    +1.036,06 (+0,93%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    43.919,83
    +245,00 (+0,56%)
     
  • PETROLEO CRU

    45,69
    +0,41 (+0,91%)
     
  • OURO

    1.843,10
    +12,90 (+0,70%)
     
  • BTC-USD

    19.352,09
    +403,19 (+2,13%)
     
  • CMC Crypto 200

    380,43
    +6,03 (+1,61%)
     
  • S&P500

    3.664,76
    -4,25 (-0,12%)
     
  • DOW JONES

    29.935,21
    +51,42 (+0,17%)
     
  • FTSE

    6.490,27
    +26,88 (+0,42%)
     
  • HANG SENG

    26.728,50
    +195,92 (+0,74%)
     
  • NIKKEI

    26.809,37
    +8,39 (+0,03%)
     
  • NASDAQ

    12.504,25
    +50,00 (+0,40%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2614
    -0,0584 (-0,92%)
     

Covid-19: governo reconhece calamidade pública na Bahia e no Ceará

Andreia Verdélio – Repórter da Agência Brasil
·1 minuto de leitura

O governo federal reconheceu o estado de calamidade pública na Bahia e no Ceará em razão da pandemia da covid-19. A portaria da Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil foi publicada hoje (26) no Diário Oficial da União.

O reconhecimento de situação de emergência ou estado de calamidade pública pelo governo federal reduz a burocracia e facilita, a estados e municípios, o acesso aos recursos da União para ações de socorro.

Balanço divulgado neste domingo (25) pela Secretaria de Saúde da Bahia mostra que o estado registrou 691 novos casos da covid-19, nas últimas 24 horas. No total, o estado acumula 344.705 casos, desde o início da pandemia. O boletim traz ainda o registro de 22 novas mortes, totalizando 7.475 óbitos no estado.

No Ceará, o boletim do Ministério da Saúde, divulgado ontem (25), aponta 872 novos casos e dois óbitos registrados nas últimas 24 horas no estado. O estado acumula 270.264 casos, e as mortes já chegam a 9.248.