Governo diz que colchão da dívida cresce e é confortável

O coordenador geral de Operações da Dívida Pública Federal (DPF) do Tesouro Nacional, Fernando Garrido, disse que o colchão da dívida pública federal "continua crescendo e está bastante confortável". Segundo ele, o colchão é maior do que cinco meses de vencimentos.

Segundo Garrido, neste ano, R$ 1,456 bilhão em títulos da Dívida Pública Federal externa (DPFe) foram recomprados. Isso significa, diz ele, a continuidade do programa de recompra com o objetivo de dar maior liquidez aos títulos e aproveitar as oportunidades para retirar do mercado papéis distorcidos na curva.

Garrido informou ainda que já tem dólares para a recompra de mais de dois anos de vencimentos. O Tesouro pode comprar dólares até o limite equivalente a vencimentos da DPFe em até 1.500 dias. "Temos mais de dois anos comprados e mais dois anos para frente para comprar", disse.

Apenas nos meses de setembro e outubro, o Tesouro Nacional recomprou R$ 167,47 milhões em títulos da dívida externa brasileira. O valor de face desses papéis era de R$ 134,32 milhões. Em 2012, o Tesouro já conseguiu uma redução de juros, com o programa de recompra, da ordem de R$ 1,55 bilhão.

Carregando...