Mercado fechado
  • BOVESPA

    113.282,67
    -781,69 (-0,69%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.105,71
    -358,56 (-0,70%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,95
    +0,65 (+0,89%)
     
  • OURO

    1.750,60
    +0,80 (+0,05%)
     
  • BTC-USD

    42.555,25
    +1.045,14 (+2,52%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.067,20
    -35,86 (-3,25%)
     
  • S&P500

    4.455,48
    +6,50 (+0,15%)
     
  • DOW JONES

    34.798,00
    +33,18 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.051,48
    -26,87 (-0,38%)
     
  • HANG SENG

    24.192,16
    -318,82 (-1,30%)
     
  • NIKKEI

    30.248,81
    +609,41 (+2,06%)
     
  • NASDAQ

    15.319,00
    +15,50 (+0,10%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2556
    +0,0306 (+0,49%)
     

Governo destaca Mercado São José no feirão de imóveis que inclui Palácio Capanema

·2 minuto de leitura

RIO DE JANEIRO , RJ (FOLHAPRESS) - O Ministério da Economia lançou, nesta sexta-feira (27), o Feirão de Imóveis SPU+, colocando à venda cerca de 2.200 propriedades no Rio de Janeiro. Entre os imóveis destacados como vendáveis pelo governo Bolsonaro, está o Mercado São José das Artes, que já abrigou um efervescente espaço cultural e gastronômico, em Laranjeiras, na zona sul da cidade.

Pelo modelo da PAI (Proposta de Aquisição de Imóveis), o interessado, pessoa física ou jurídica, pode apresentar proposta de compra para qualquer imóvel da União. Cartilha do Ministério afirma que uma das principais inovações é que "qualquer imóvel federal pode receber uma PAI, cujo procedimento é realizado 100% online", dando início à concorrência pública.

Comunicado publicado no site do Ministério da Economia cita o Edifício A Noite, na Praça Mauá; o Edifício Inmetro, no Rio Comprido; o Edifício Engenheiro Renato Feio, no centro, e o galpão do antigo Caserj, na zona portuária, como exemplos de imóveis icônicos passíveis de receberem propostas de aquisição.

Embora não figure no texto de divulgação, o Palácio Capanema --cuja intenção de venda provocou reação no meio cultural-- está entre os imóveis que podem receber propostas. No entanto, não há em curso qualquer processo de privatização do edifício.

A cartilha exibe também uma fotografia da fachada do Mercado São José, pertencente ao INSS. O espaço --que abrigava restaurantes, estúdio de música, um centro cultural, um ateliê de arte, um grupo de capoeira e sediava três blocos de carnaval-- fechou as portas após disputa judicial entre governo e lojistas.

A PAI é apontada pelo governo como um instrumento que acelera e facilita o processo de venda de imóveis da União, a cargo da SPU (Secretaria de Coordenação e Governança do Patrimônio da União).

A intenção de venda do Palácio Gustavo Capanema causou reação entre arquitetos e urbanistas. Nas páginas do Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional), o prédio é descrito como símbolo da arquitetura moderna brasileira. A edificação de 16 andares é fruto do encontro de nomes como Lucio Costa, Oscar Niemeyer, Affonso Eduardo Reidy, Carlos Leão, Ernany de Vasconcelos e Jorge Machado Moreira, sob a consultoria de Le Corbusier.

"Pela primeira vez no Brasil, um edifício reuniu as principais características da arquitetura moderna, com o uso de pilotis, planta livre, terraço-jardim, fachada livre e janelas em fita. Somados a eles, também estiveram Burle Marx, Cândido Portinari, Bruno Giorgi, Adriana Janacópulus, Celso Antônio e Jacques Lipchitz, consolidando o time responsável pelas artes integradas, com pinturas, esculturas e paisagismo", afirma o site oficial do governo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos