Mercado fechado
  • BOVESPA

    102.224,26
    -3.586,99 (-3,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.492,52
    -1.132,48 (-2,24%)
     
  • PETROLEO CRU

    68,15
    -10,24 (-13,06%)
     
  • OURO

    1.788,10
    +1,20 (+0,07%)
     
  • BTC-USD

    54.208,20
    -64,07 (-0,12%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.365,60
    -89,82 (-6,17%)
     
  • S&P500

    4.594,62
    -106,84 (-2,27%)
     
  • DOW JONES

    34.899,34
    -905,04 (-2,53%)
     
  • FTSE

    7.044,03
    -266,34 (-3,64%)
     
  • HANG SENG

    24.080,52
    -659,64 (-2,67%)
     
  • NIKKEI

    28.751,62
    -747,66 (-2,53%)
     
  • NASDAQ

    16.051,00
    -315,00 (-1,92%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3485
    +0,1103 (+1,77%)
     

Governo define em R$1,66 bi o valor mínimo da outorga de hidrelétricas da CEEE-G

·1 min de leitura
Cabos de energia elétrica são vistos perto de uma usina Energias de Portugal (EDP) nos arredores do Carregado, Portugal.

SÃO PAULO (Reuters) - O governo federal definiu em 1,66 bilhão de reais o valor mínimo das outorgas de concessão do novo contrato das usinas hidrelétricas da Companhia Estadual de Geração de Energia Elétrica (CEEE-G), concessionária de geração de energia elétrica do Rio Grande do Sul.

Segundo comunicado do Ministério de Minas e Energia, diante da formalização do governo do Rio Grande do Sul, controlador da CEEE-G, de privatizar seus ativos de geração, a definição do valor mínimo pela outorga cumpre etapa estabelecida no Decreto nº 9.271, de 2018.

O decreto estabelece que a União poderá outorgar novo contrato de concessão pelo prazo de até 30 anos, contado da data de sua celebração, à empresa resultante do processo licitatório de privatização de concessionária de geração de energia elétrica.

Desse modo, deverá ser pago o montante mínimo de 1,66 bilhão de reais pela nova outorga, em uma única parcela, em até 20 dias a partir do ato de assinatura do novo contrato de concessão de 13 usinas hidrelétricas da CEEE-G, que totalizam 920,416 MW de capacidade instalada.

Adicionalmente, o Ministério de Minas e Energia editou a Portaria nº 559, publicada nesta quinta-feira, que determina as condições complementares para que seja outorgado novo contrato de concessão às hidrelétricas da CEEE-G.

Segundo a nota, dentre as condições, tem-se que o novo contrato de concessão terá prazo de 30 anos e será no regime de produção independente de energia, em que os consumidores ficam menos expostos às condições hidrológicas que afetam o sistema elétrico.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos