Mercado abrirá em 3 h 36 min
  • BOVESPA

    95.368,76
    -4.236,78 (-4,25%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    37.393,71
    -607,60 (-1,60%)
     
  • PETROLEO CRU

    37,11
    -0,28 (-0,75%)
     
  • OURO

    1.877,60
    -1,60 (-0,09%)
     
  • BTC-USD

    13.149,85
    -5,51 (-0,04%)
     
  • CMC Crypto 200

    260,19
    -12,50 (-4,59%)
     
  • S&P500

    3.271,03
    -119,65 (-3,53%)
     
  • DOW JONES

    26.519,95
    -943,24 (-3,43%)
     
  • FTSE

    5.595,01
    +12,21 (+0,22%)
     
  • HANG SENG

    24.586,60
    -122,20 (-0,49%)
     
  • NIKKEI

    23.331,94
    -86,57 (-0,37%)
     
  • NASDAQ

    11.238,50
    +105,75 (+0,95%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7277
    -0,0067 (-0,10%)
     

Governo de SP envia documentos para que Anvisa aprove vacina contra o coronavírus

Anita Efraim
·1 minuto de leitura
The governor of the state of São Paulo, João Doria holds a press conference on the beginning of tests with volunteers and health professionals with the Chinese vaccine CORONAVAC in the fight against the new coronavirus (Covid-19), at Hospital das Clínicas this Tuesday, on July 21, 2020 in Sao Paulo, Brazil. This morning, the CORONAVAC vaccine was applied to a HC Physician and the forecast is that the 9,000 volunteers will be vaccinated by September 2020. The Government has announced that the forecast to make the vaccine available to the population should occur in early 2021. In the photo Governor João Doria presents the new Chinese vaccine CORONAVAC. (Photo: Antonio Molina/Fotoarena/Sipa USA)(Sipa via AP Images)
Governado João Doria com uma amostra da CoronaVac, produzida pelo laboratório SinoVac (Foto: Antonio Molina/Fotoarena/Sipa USA/Sipa via AP Images)

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou que enviou nesta sexta-feira, 2, a documentação da vacina contra o coronavírus para que a imunização seja aprovada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

“Hoje enviamos a documentação da vacina Coronavac para análise da ANVISA. É o primeiro passo para iniciar o processo de obtenção do registro da vacina do Instituto Butantan e Sinovac contra o coronavírus”, relatou Doria nas redes sociais.

A vacina, produzida pelo laboratório chinês SinoVac, está na terceira fase de testes. Se tudo correr bem e a Ansiva aprovar a imunização, ela poderá começar a ser aplicada em São Paulo.

Leia também

“Parabenizo a liderança e eficiência na gestão do presidente da ANVISA, Antonio Barra, diretora Alessandra Soares e do gerente geral de medicamentos, Gustavo Mendes, por estabelecerem novos procedimentos, abreviando os prazos de certificação e priorizando a saúde dos brasileiros”, escreveu o governador.

Doria ainda voltou a mencionar que, até dezembro, o estado de São Paulo receberá 46 milhões de doses da vacina, número suficiente para vacinar toda a população. “É São Paulo e o Brasil na dianteira na luta pela vida”, comemorou.