Mercado abrirá em 1 h 34 min
  • BOVESPA

    108.095,53
    +537,86 (+0,50%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.056,27
    +137,99 (+0,27%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,95
    -0,41 (-0,57%)
     
  • OURO

    1.782,20
    -3,30 (-0,18%)
     
  • BTC-USD

    49.152,77
    -1.147,36 (-2,28%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.283,77
    -21,35 (-1,64%)
     
  • S&P500

    4.701,21
    +14,46 (+0,31%)
     
  • DOW JONES

    35.754,75
    +35,32 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.320,60
    -16,45 (-0,22%)
     
  • HANG SENG

    24.254,86
    +257,99 (+1,08%)
     
  • NIKKEI

    28.725,47
    -135,15 (-0,47%)
     
  • NASDAQ

    16.340,00
    -52,25 (-0,32%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2698
    -0,0043 (-0,07%)
     

Governo conta com recuo do PT para aprovar PEC dos Precatórios, e Gleisi chama proposta de escândalo

·1 min de leitura
*ARQUIVO* SÃO PAULO, SP, 24.11.2019 - A senadora Gleisi Hoffmann discursa após ser reeleita presidente nacional do PT (Partido dos Trabalhadores) na Casa de Portugal, no bairro da Liberdade, na região central de São Paulo. (Foto: Jardiel Carvalho/Folhapress)
*ARQUIVO* SÃO PAULO, SP, 24.11.2019 - A senadora Gleisi Hoffmann discursa após ser reeleita presidente nacional do PT (Partido dos Trabalhadores) na Casa de Portugal, no bairro da Liberdade, na região central de São Paulo. (Foto: Jardiel Carvalho/Folhapress)

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - Integrantes do governo contam com recuo do PT para aprovar a PEC dos Precatórios. O discurso é que demandas dos governadores do Nordeste foram atendidas e, portanto, não há mais motivo para ser contra o texto, que abre espaço para o Auxílio Brasil.

A presidente do partido, Gleisi Hoffmann, disse à coluna Painel, da Folha de S.Paulo, que a posição continua a mesma, de ser contra a PEC. Ela diz que a proposta é um "escândalo", porque "não é só para atender o povo, mas para emendas de relator." O PT tem reunião às 14h desta quarta (3). "Não acredito que tenha mudança", completa.

As contas nesta terça (2) mostravam cenário apertado. Com lotação máxima na Casa, haveria dez votos além do necessário para aprovar a PEC. Segundo parlamentares, o governo tem jogado pesado, ameaçando não transferir emendas impositivas para quem não comparecer.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos