Mercado fechará em 19 mins

Governo brasileiro faz registro na SEC para programa de emissão de até US$ 26,4 bi em títulos

·1 min de leitura

Por Marcela Ayres e Bernardo Caram

BRASÍLIA (Reuters) - O governo brasileiro protocolou nesta segunda-feira um registro na Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC, na sigla em inglês) no qual propõe ofertar até 26,402 bilhões de dólares em títulos de dívida em um novo programa de emissão, buscando na prática uma abertura de espaço para a realização de mais operações ao longo dos anos.

Segundo o Tesouro Nacional, o limite atual estava em 2,5 bilhões de dólares e o registro junto à SEC representa uma etapa natural para ampliá-lo para um valor bem superior, já que este processo de autorização tem custos para o emissor.

“É um pedido de espaço junto à SEC para realizar emissões futuramente”, disse o Tesouro à Reuters.

“Não há mudança no programa de emissões”, complementou.

O documento não estabelece datas de vencimento nem taxas de remuneração. Os detalhes serão anunciados a cada emissão.

Segundo uma fonte da equipe econômica, que falou em condição de anonimato, o novo espaço dá margem para um horizonte de cerca de cinco anos de emissão, “sem pressa”.

O documento afirma que o Brasil pode, de tempos em tempos, vender até esse montante de títulos ou garantias. As ofertas poderão ser feitas nos Estados Unidos a partir da data de registro do prospecto, feito nesta segunda.

(Por Bernardo Caram)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos