Mercado fechado
  • BOVESPA

    101.259,75
    -658,25 (-0,65%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    38.707,72
    +55,52 (+0,14%)
     
  • PETROLEO CRU

    39,78
    -0,07 (-0,18%)
     
  • OURO

    1.903,40
    -1,80 (-0,09%)
     
  • BTC-USD

    13.019,85
    +2,32 (+0,02%)
     
  • CMC Crypto 200

    260,05
    -1,40 (-0,54%)
     
  • S&P500

    3.465,39
    +11,90 (+0,34%)
     
  • DOW JONES

    28.335,57
    -28,13 (-0,10%)
     
  • FTSE

    5.860,28
    +74,63 (+1,29%)
     
  • HANG SENG

    24.918,78
    +132,68 (+0,54%)
     
  • NIKKEI

    23.516,59
    +42,29 (+0,18%)
     
  • NASDAQ

    11.669,25
    +19,50 (+0,17%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6630
    +0,0529 (+0,80%)
     

Governo Bolsonaro exonera general Rêgo Barros, porta-voz da presidência

·1 minuto de leitura
Brazilian Presidency's spokesman Otavio Rego Barros speaks during a ceremony marking the first 100 days of Brazilian President Jair Bolsonaro's government at Planalto Palace in Brasilia, on April 11, 2019. (Photo by EVARISTO SA / AFP)        (Photo credit should read EVARISTO SA/AFP via Getty Images)
General Rêgo Barros era responsável por dar coletivas e anunciar agenda do presidente Jair Bolsonaro (Foto: Evaristo Sá/AFP via Getty Images)

O porta-voz da presidência da República, general Otávio Rêgo Barros, foi exonerado. A decisão foi publicada no Diário Oficial da União nesta quarta-feira, 7.

Em agosto, o governo de Jair Bolsonaro anunciou que desativaria o cargo ocupado por Rêgo Barros. A medida foi tomada em função da recriação do ministério das Comunicação.

Rêgo Barros estava no posto desde janeiro de 2019. O general da reserva era responsável por conceder entrevista e passar informações sobre a agenda do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Ele também respondia questionamentos feitos pela imprensa.

Leia também

Em 2020 as coletivas, que eram responsabilidade de Rêgo Barros, deixaram de ser realizadas.

Em uma missão de paz no Haiti, o general chefiou o Centro de Comunicação Social do Exército e tem experiência com contato com a imprensa.