Mercado fechado

Governo Bolsonaro entrega projeto de privatização dos Correios à secretária de assuntos jurídicos

Anita Efraim
·1 minuto de leitura
A man works at the national postal office Correios headquarters in Rio de Janeiro, Brazil April 26, 2019. REUTERS/Ricardo Moraes
Sindicado da estatal são contra privatização dos Correios (Foto: REUTERS/Ricardo Moraes)

O ministro das Comunicações, Fábio Faria, entregou nesta quarta-feira, 14, o projeto de privatização do Correios à secretaria de assuntos jurídicos.

“Depois, ele vai para a Casa Civil para depois ser enviado ao Congresso Nacional. A parte do ministério das Comunicações foi feita. Esse projeto que vai dar condições de entrar no processo de privatização para o ano de 2021”, explicou.

Faria ainda afirmou que uma consultoria privada está fazendo um serviço para estabelecer parâmetros e regras para a privatização dos Correios. “Esse projeto que nós entregamos trata mais de princípios do que regras, até porque o Congresso Nacional deve se debruçar sobre esse tema”, afirmou.

No dia 18 de setembro, membros da Federação Nacional dos Trabalhadores de Empresas de Correios e Telégrafos e Similares (Fentect) reafirmaram serem contra a privatização da empresa estatal. Na ocasião, lideranças se reuniram com a Frente Ampla em Defesa dos Correios.

Leia também

“A FENTECT vem orientando os sindicatos a realizarem atos públicos, além de ter lançado no último mês um abaixo-assinado junto com o manifesto #TodosPelosCorreios que reúne diversas entidades de trabalhadores e apoiadores”, posicionou-se a entidade no site oficial.

No dia 22 de setembro, trabalhadores dos Correios deram fim a uma greve que durou 35 dias. Os funcionários conseguiram um reajusta salarial e, por isso, puser fim à paralisação.