Mercado fechado

Governo anuncia medidas para reduzir fila do INSS na quarta, diz Marinho

Mariana Ribeiro

“Estamos conversando com o ministro e validando as propostas e possibilidades”, disse após reunião com o ministro da Economia, Paulo Guedes, e outros secretários O governo vai anunciar na quarta-feira medidas para tentar reduzir a fila de espera por benefícios do INSS, informou nesta segunda-feira o secretário especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, Rogério Marinho. “Estamos conversando com o ministro e validando as propostas e possibilidades”, disse após reunião com o ministro da Economia, Paulo Guedes, e outros secretários especiais da Pasta.

Desemprego cairá para um dígito em 2022, prevê Marinho

Silvia Zamboni/Valor

Marinho não quis adiantar as ações que estão sendo estudadas internamente. Segundo ele, o tema envolve orçamento e estrutura organizacional e, por isso, é necessário buscar respaldo técnico e jurídico.

Na semana passa, o matéria do Valor mostrou que o governo projeta reduzir o estoque de benefícios do INSS que está represado de 2,2 milhões em 1º de dezembro de 2019 para 285 mil até agosto deste ano. O aumento nas concessões vai representar um acréscimo de R$ 9,7 bilhões nas despesas da Previdência Social em 2020, de acordo com nota técnica do ministério.

Além disso, na semana passada, a Dataprev, estatal de tecnologia responsável por fazer o processamento do pagamento dos benefícios do INSS, anunciou que vai demitir 493 funcionários e fechar filiais.