Mercado abrirá em 20 mins

Governador do DF sobre coronavírus: "Vai ser tratada como gripe"

Ibaneis Rocha defendeu a reabertura de estabelecimentos. Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Em entrevista ao jornal o Estado de S. Paulo, o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), defendeu a reabertura total de bares, restaurantes, escolas e outras atividades até o começo de agosto. A declaração foi feita nesta segunda-feira (29), mesmo dia em que foi decretado estado de calamidade pública pela pandemia de coronavírus

"[A doença] vai ser tratada como uma gripe, como isso deveria ter sido tratado desde o início", afirmou dizendo que a situação vivida no País já esgotou o limite da população. "Não adianta querer colocar nas minhas costas o sofrimento dos outros", disse ao afirmar que não tem medo do aumento de casos e óbitos após a volta das atividades.

Leia também:

De acordo com o governo local, o Distrito Federal tem mais de 47 mil casos confirmados de coronavírus e 559 pessoas mortas em decorrência da doença. Além disso, 91,32% dos leitos de UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) da rede privada estão ocupados. Nos hospitais públicos, a ocupação acontece em 61,4% dos leitos.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

"Agora chegou minha hora de reabrir. Com população já educada, com leitos hospitalares, que os outros não têm a quantidade de leitos que eu tenho. Então, não adianta querer misturar a quizumba que foi criada no Brasil com o que eu fiz aqui", afirmou.

Siga o Yahoo Notícias no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.