Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.941,68
    +51,80 (+0,05%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.463,55
    +320,55 (+0,61%)
     
  • PETROLEO CRU

    115,07
    +0,98 (+0,86%)
     
  • OURO

    1.857,30
    +3,40 (+0,18%)
     
  • BTC-USD

    28.762,57
    -303,46 (-1,04%)
     
  • CMC Crypto 200

    625,79
    -3,71 (-0,59%)
     
  • S&P500

    4.158,24
    +100,40 (+2,47%)
     
  • DOW JONES

    33.212,96
    +575,77 (+1,76%)
     
  • FTSE

    7.585,46
    +20,54 (+0,27%)
     
  • HANG SENG

    20.697,36
    +581,16 (+2,89%)
     
  • NIKKEI

    26.781,68
    +176,84 (+0,66%)
     
  • NASDAQ

    12.717,50
    +438,25 (+3,57%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,0751
    -0,0429 (-0,84%)
     

Google vai oferecer endereço digital a moradores de Paraisópolis

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
***ARQUIVO*** SÃO PAULO, SP, 18.09.2021 - Vista aérea da divisa entre Paraisópolis e Morumbi, em São Paulo. (Foto: Gabriel Cabral/Folhapress)
***ARQUIVO*** SÃO PAULO, SP, 18.09.2021 - Vista aérea da divisa entre Paraisópolis e Morumbi, em São Paulo. (Foto: Gabriel Cabral/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Google firmou uma parceria com a Americanas e a startup de entregas Favelas Brasil Xpress para fornecer endereços digitais aos mais de 100 mil habitantes de Paraisópolis, zona sul de São Paulo. A ideia é permitir que pessoas e comércios que não têm endereços bem definidos recebam um código de localização, de modo a aumentar a eficiência logística e ampliar o acesso a serviços básicos.

A iniciativa foi anunciada nesta quinta-feira (5) em evento no pavilhão G10 Favelas. A meta, segundo a empresa, é gerar 4.000 endereços até junho e mais 30 mil até o final deste ano.

O mapeamento será feito com o Plus Code, código universal de geolocalização criado pelo Google que resume coordenadas em poucos caracteres e com precisão de três metros quadrados.

A ferramenta é gratuita e de código aberto (open source) -qualquer pessoa pode descobrir o Plus Code de um endereço pelo site da plataforma. O código que representa a sede do G10 das Favelas, por exemplo, é o 97HF+MX.

"A gente fez isso com a intenção de que todos os moradores da comunidade possam falar 'eu estou aqui' e compartilhar seus endereços usando os Plus Codes", disse Newton Neto, diretor de parcerias do Google para América Latina.

Embora não cobre pelo serviço, a expansão da empresa para novas regiões significa maior geração de dados locais e receita com anúncios personalizados. Em 2019, o Google anunciou uma iniciativa similar para moradores de áreas rurais.

Por enquanto, somente a Americanas --que atua em Paraisópolis desde abril de 2021 promovendo inclusão e capacitação de moradores-- integrará a tecnologia em sua plataforma de ecommerce. Dessa forma, ao realizar uma compra, o usuário poderá informar o endereço na forma de Plus Code.

Quem fará a intermediação entre as plataformas e os moradores de Paraisópolis são os entregadores do Favelas Brasil Xpress, serviço de entregas que começou a operar no ano passado e já realizou 715 mil entregas desde então. Hoje, a startup conta com 300 entregadores parceiros e 50 funcionários fixos, e pretende expandir a operação para favelas do Brasil todo.

"Criamos um sistema próprio de logística para incluir as favelas no ecommerce brasileiro. A obtenção dos endereços baseados nos Plus Codes irá facilitar ainda mais, acabando com barreiras que não deviam existir", afirma Giva Pereira, CEO da empresa.

Após o evento, algumas casas situadas em vielas de difícil acesso em Paraisópolis receberam placas com Plus Codes em suas fachadas.

Apesar do serviço inicialmente prever apenas entregas de compras da Americanas, os moradores ficaram animados mesmo com a perspectiva de receber delivey de comida em casa sem precisar descer algumas ruas para encontrar o entregador.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos