Mercado fechado
  • BOVESPA

    109.114,16
    -2.601,84 (-2,33%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.808,56
    -587,38 (-1,29%)
     
  • PETROLEO CRU

    77,16
    +0,45 (+0,59%)
     
  • OURO

    1.639,60
    +6,20 (+0,38%)
     
  • BTC-USD

    19.767,16
    +919,74 (+4,88%)
     
  • CMC Crypto 200

    453,70
    +20,60 (+4,76%)
     
  • S&P500

    3.655,04
    -38,19 (-1,03%)
     
  • DOW JONES

    29.260,81
    -329,60 (-1,11%)
     
  • FTSE

    7.020,95
    +2,35 (+0,03%)
     
  • HANG SENG

    17.838,65
    -16,49 (-0,09%)
     
  • NIKKEI

    26.630,79
    +199,24 (+0,75%)
     
  • NASDAQ

    11.420,00
    +103,75 (+0,92%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1666
    -0,0128 (-0,25%)
     

Google vai indenizar mulher que apareceu no Street View

A 3ª Turma Recursal dos Juizados Especiais do DF decidiu que o direito de imagem da mulher foi violado pela companhia (Getty Image)
A 3ª Turma Recursal dos Juizados Especiais do DF decidiu que o direito de imagem da mulher foi violado pela companhia (Getty Image)
  • Moradora do Distrito Federal foi indenizada em R$ 3 mil pelo Google

  • Ela foi fotografada pelo Street View enquanto tomava um banho de sol

  • Empresa disse que borrou o rosto da mulher

Uma mulher indenizada em R$ 3 mil pelo Google depois de entrar na Justiça com uma ação de danos morais. O motivo? Ela foi fotografada pelo Street View dentro de casa enquanto tomava um banho de sol.

A moradora de Ceilândia (DF) moveu a ação contra a empresa em 2021. A sentença foi mantida pela 3ª Turma Recursal dos Juizados Especiais do DF no fim de agosto deste ano.

Na ocasião, a acusação alegou que ficou constrangida depois que teve imagem compartilhada por amigos e vizinhos nas redes sociais. Já o Google disse que borrou o rosto da mulher e disse que "não usou a imagem de forma comercial ou de forma que a autora fosse ridicularizada".

Após analisar a situação, a 3ª Turma Recursal dos Juizados Especiais do DF decidiu que o direito de imagem da mulher foi violado pela companhia.

O Google respondeu em nota enviada ao UOL que não comenta casos específicos. No entanto, se defendeu dizendo que tem tecnologia capaz de desfocar rostos e placas de veículos no Street View.

"Se o usuário notar que seu rosto ou a placa do seu veículo precisa de um desfoque mais acentuado ou se quiser que desfoquemos sua imagem, casa ou carro por completo, é possível reportar e solicitar por meio dos nossos canais de denúncia", disse a companhia.

A defesa da gigante da tecnologia também disse que a mulher não pediu a remoção da imagem dela através dos dos canais oficiais.