Mercado fechado
  • BOVESPA

    105.069,69
    +603,45 (+0,58%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.597,29
    -330,09 (-0,65%)
     
  • PETROLEO CRU

    66,22
    -0,28 (-0,42%)
     
  • OURO

    1.782,10
    +21,40 (+1,22%)
     
  • BTC-USD

    48.884,59
    -5.947,28 (-10,85%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.367,14
    -74,62 (-5,18%)
     
  • S&P500

    4.538,43
    -38,67 (-0,84%)
     
  • DOW JONES

    34.580,08
    -59,71 (-0,17%)
     
  • FTSE

    7.122,32
    -6,89 (-0,10%)
     
  • HANG SENG

    23.766,69
    -22,24 (-0,09%)
     
  • NIKKEI

    28.029,57
    +276,20 (+1,00%)
     
  • NASDAQ

    15.687,50
    -301,00 (-1,88%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3953
    +0,0151 (+0,24%)
     

Google terá uma nova empresa-irmã de IA para pesquisar medicamentos

·2 min de leitura

A Alphabet, empresa-mãe proprietária do Google, anunciou o lançamento de uma companhia de inteligência artificial focada na descoberta de drogas para a criação de medicamentos inéditos. O Isomorphic Laboratories ficará sediado no Reino Unido e usará a tecnologia de outra subsidiária do grupo, a DeepMind, para acelerar o desenvolvimento de remédios para doenças ainda sem cura ou com potencial devastador para a humanidade.

A DeepMind possui uma IA chamada AlphaFold2 supostamente capaz de prever a forma de cada proteína do corpo humano com uma precisão quase perfeita. Isso possibilitaria, por exemplo, antever possíveis doenças ou desenvolver medicamos eficazes para combater enfermidades a partir desse mapeamento das sequências de aminoácidos.

O algoritmo desenvolvido pode ajudar no trabalho de identificar as estruturas de proteínas para entender como elas se comportam, de modo preditivo. A DeepMind chegou a liberar uma base em código aberto, mas ainda não houve nenhum desenvolvimento significativo nesse segmento, o que poderia ocorrer com o trabalho do Isomorphic.

Com a adição da IA nas pesquisas, a Alphabet estima que o tempo de descoberta de tratamentos inovadores possa ser bastante reduzido, embora ainda sejam necessários vários anos na condução de testes clínicos.

Combate às doenças mortais

A DeepMind acredita que a sua tecnologia ajudará a encontrar a solução para a Doença de Chagas e a Leishmaniose, que vitimam milhares de pessoas em todo mundo todos os anos. Ambas são enfermidades sem vacina que se proliferam rapidamente em grandes cidades devido aos vetores de transmissão — o barbeiro, na primeira, e os mosquitos infectados, na segunda.

Essas são as estruturas tridimensionais mapeadas de proteínas da Malária, Tuberculose, Escherichia coli e levedura de fissão (Imagem: Reprodução/DeepMind)
Essas são as estruturas tridimensionais mapeadas de proteínas da Malária, Tuberculose, Escherichia coli e levedura de fissão (Imagem: Reprodução/DeepMind)

Entre os principais funcionários da Isomorphic Labs estão cientistas, engenheiros de dados e especialistas em aprendizado de máquina. A expectativa é que a companhia faça parcerias com laboratórios já consolidados no mercado para atuar como um braço de inteligência tecnológica, voltado para a pesquisa.

Fato é que a nova empresa surge como uma das pioneiras no emergente ramo da "biologia digital", um conceito relativamente novo e impulsionado pelo crescente poder computacional. Com o apoio da Alphabet e das demais companhias-irmãs, é bem possível que Isomorphic Labs inaugure um período bastante produtivo de descobertas biomédicas com uso de inteligência artificial e das bases algorítmicas.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos