Mercado fechará em 12 mins

Google Shopping pode começar a exibir produtos em realidade aumentada

Alberto Rocha

Desde a I/O 2019, o Google havia anunciado vários novos recursos de realidade aumentada através da plataforma Play Services for AR (anteriormente conhecido como ARCore) para o seu serviço de busca. Inclusive, no início deste ano, liberando a possibilidade de visualizar animais de maneira realista pela tela do smartphone.

Mas, segundo informações do XDA Developers, que descompilou a versão mais recente do Google Shopping (não disponível aqui no Brasil) para Android, em breve o aplicativo pode ser o próximo a ganhar suporte para a visualização de itens em uma exibição de AR.

Caso a previsão se concretize, uma vez que nem sempre todos os registros encontrados nas linhas de código de um app podem realmente chegar a ver a luz do dia, com isso será possível visualizar se produtos como móveis e eletrodomésticos, por exemplo, cabem na sua casa antes mesmo de comprá-los.

Linhas de código indicam Modo Escuro e integração com o Lens

Os recursos que indicam a novidade são chamados “view_in_3d_background" e "quantum_ic_view_in_ar_new_white", esse último representado por um cubo 3D dentro de uma caixa semelhante ao Google Lens. Além desses, também há uma menção a chegada do Modo Escuro para o app, evidenciados pelos códigos “colors.xml” e “values-night”, utilizados quando o modo escuro em todo o sistema do Android está ativado.

Atalho do Lens deve ser liberado em breve no app do Google Shopping (Reprodução: XDA Developers)

Corroborando mais ainda para que o Google Shopping adicione experiências de realidade aumentada, a equipe do site ativou uma configuração oculta que permite colocar um atalho do Google Lens na barra de pesquisa, permitindo assim pesquisar produtos para aquisição diretamente no app de compras.

E você, leitor, o que achou da possibilidade de interagir direto da sua casa com os produtos de uma loja? Em tempos de pandemia, o recurso parece uma ótima adição para evitar sair de casa. Conte-nos abaixo a sua opinião!


Fonte: Canaltech