Mercado abrirá em 5 h 30 min
  • BOVESPA

    106.296,18
    -1.438,82 (-1,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.889,66
    -130,44 (-0,25%)
     
  • PETROLEO CRU

    84,50
    +0,74 (+0,88%)
     
  • OURO

    1.799,10
    +2,80 (+0,16%)
     
  • BTC-USD

    61.899,34
    +827,34 (+1,35%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.453,34
    -49,70 (-3,31%)
     
  • S&P500

    4.544,90
    -4,88 (-0,11%)
     
  • DOW JONES

    35.677,02
    +73,92 (+0,21%)
     
  • FTSE

    7.204,55
    +14,25 (+0,20%)
     
  • HANG SENG

    26.153,66
    +26,73 (+0,10%)
     
  • NIKKEI

    28.600,41
    -204,44 (-0,71%)
     
  • NASDAQ

    15.360,25
    +19,25 (+0,13%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5834
    +0,0026 (+0,04%)
     

Google quer que seus apps soem "mais nativos" no iOS

·3 minuto de leitura

Depois de widgets exclusivos, agora é a vez de os aplicativos do Google serem retrabalhados para embarcar no iOS. Chefe de engenharia da equipe de desenvolvimento de apps para dispositivos Apple, Jeff Verkoeyen revelou no Twitter que a gigante finalmente foca em aparar as pontas soltas no design de aplicativos e, provavelmente, deve os deixar mais parecidos com o sistema da Maçã em dispositivos da marca.

Verkoeyen e sua equipe têm uma delicada missão no desenvolvimento de aplicativos do Google: eles servem como uma ponte entre a visão do Google e da Apple em interface, atuando entre as duas companhias ao adaptar os apps da Gigante das Pesquisas para iGadgets. O executivo conta que, até então, a ordem era entregar uma experiência única em aplicativos independentemente da plataforma, ou seja, o design de programas para iOS deveria ser igual ao de Android — e isso dava muito trabalho.

O apego ao design da casa mesmo nas versões para dispositivos Apple recebe críticas de usuários de apps Google em iPhones e iPads por abraçar as convenções de sistemas da Maçã. A experiência de ter um aplicativo da Gigante das Pesquisas num iGadget seria ruim e estranha, conforme a opinião desse público.

Os novos widgets já seriam exemplo desse novo direcionamento, mais íntimo com a interface do iOS (Imagem: Reprodução/Google)
Os novos widgets já seriam exemplo desse novo direcionamento, mais íntimo com a interface do iOS (Imagem: Reprodução/Google)

Contudo, segundo Verkoeyen, a abordagem mudou e os resultados já estão a mostra. No início deste ano, o desenvolvimento de apps para dispositivos Apple mudou de direção e passou a abraçar mais os elementos presentes no design da Maçã, em vez de focar em levar uma experiência unificada para todos os dispositivos.

Widgets são a prova da evolução

Para a equipe, isso significa abrir mão de implementar fortes requintes de Google na interface de aplicativos por simples modificações discretas, menos invasivas em design. De acordo com o executivo, os widgets mais recentes são uma prova desse novo foco, e a demora para finalmente atualizá-los no Android mostraria a diferença entre a atenção das equipes de desenvolvimento.

Primeiro, os widgets novos apareceram no iOS, para meses depois serem finalmente implementados no Android (Imagem: Reprodução/Google)
Primeiro, os widgets novos apareceram no iOS, para meses depois serem finalmente implementados no Android (Imagem: Reprodução/Google)

Com a otimização, menos tempo é usado para implementar elementos personalizados em interface, já que boa parte é puxada direto de frameworks da Apple. Em troca, a equipe voltará esforços para evoluir a interface em pontos menos banais, voltados para a construção de uma experiência melhor.

Ainda que com uma aparência mais “nativa”, o Google não renunciaria a sua identidade visual no sistema da Apple — e, por isso, ainda resta saber como o Material You irá se manifestar nos aplicativos construídos para iGadgets. Provavelmente, as Cores Dinâmicas não devem fazer parte do conjunto, mas até onde a empresa iria ao assumir a identidade sugerida pela Apple? Só vai dar para entender a nova visão ao longo de meses e anos.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos