Mercado abrirá em 9 h 50 min
  • BOVESPA

    116.134,46
    +6.097,67 (+5,54%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.429,75
    +802,95 (+1,80%)
     
  • PETROLEO CRU

    83,73
    +0,10 (+0,12%)
     
  • OURO

    1.705,50
    +3,50 (+0,21%)
     
  • BTC-USD

    19.545,68
    +384,12 (+2,00%)
     
  • CMC Crypto 200

    444,43
    +9,07 (+2,08%)
     
  • S&P500

    3.678,43
    +92,81 (+2,59%)
     
  • DOW JONES

    29.490,89
    +765,38 (+2,66%)
     
  • FTSE

    6.908,76
    +14,95 (+0,22%)
     
  • HANG SENG

    17.079,51
    -143,32 (-0,83%)
     
  • NIKKEI

    26.840,75
    +624,96 (+2,38%)
     
  • NASDAQ

    11.368,00
    +82,25 (+0,73%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,0770
    +0,0031 (+0,06%)
     

Google quer facilitar transferência de arquivos entre dispositivos Android

O Google anunciou o lançamento de um conjunto de atualizações do Android para tornar celulares e tablets mais integrados. Uma das principais adições será a melhoria do Nearby Share, uma espécie de AirDrop (Apple) do Google, para facilitar a troca de arquivos entre aparelhos equipados com o sistema operacional.

A ideia é possibilitar que o recurso de compartilhamento funcione de forma automatizada, permitindo que os arquivos associados à sua conta do Google possam enviar e receber arquivos mesmo com a tela ligada. Hoje, você precisa garantir que o Bluetooth está ligado e aceitar a transferência do arquivo, um processo de segurança importante, porém burocrático para rotinas do dia a dia.

Hoje, o sistema precisa localizar o dispositivo antes de transferir arquivos, mas o Google quer agilizar isso (Imagem: Reprodução/Chrome Story)
Hoje, o sistema precisa localizar o dispositivo antes de transferir arquivos, mas o Google quer agilizar isso (Imagem: Reprodução/Chrome Story)

Em razão dessa "dificuldade", muita gente prefere enviar documentos por e-mail do telefone para o tablet ou PC. Segundo o Google, a opção de autocompartilhamento deve ser liberada nas próximas semanas.

Ajuda para pessoas com deficiência auditiva

Outra mudança prestes a desembarcar são as novas configurações de acessibilidade. O Android já tem várias delas, como as notificações sonoras para ajudar pessoas com deficiência auditiva. Quando o recurso está ativado, o sistema pode ouvir sons como alarmes de incêndio, batida na porta de casa ou água corrente para avisar ao usuário com uma notificação visual ou a vibração do telefone.

O Google pretende adicionar novos sons personalizados à biblioteca de alertas para ajudar ainda mais as pessoas. Será possível gravar áudio de aparelhos ou do ambiente para gerar avisos sempre que o dispositivo detectar um som semelhante.

O Google TV também será ajustado para oferecer uma seleção de filmes com audiodescrição. A forma mais fácil de localizá-los é acionar o Google Assistente com a frase "pesquisar por filmes com descrição de áudio" ou algo semelhante.

Melhorias do Meet para Android

Por fim, o Meet deve receber uma opção para fixar transmissões de videochamadas na tela, assim elas ficarão posicionadas para que uma pessoa com deficiência auditiva possa acompanhar o intérprete da linguagem de sinais. Como a pessoa não escuta, se ela sair ocasionalmente da tela da videochamada, o conteúdo seria perdido.

Como ja anunciado aqui no Canaltech, o programa de conversas do Google receberá uma novidade ao estilo SharePlay. As pessoas poderão reunir amigos ou colegas de trabalho para assistir vídeos do YouTube ou jogar em tempo real. Esse recurso chegará para telefones e tablets equipados com Android nos próximos dias.

O software do Google deve trazer ainda widgets atualizados do Drive e do Keep, mais opções de fabricação no Emoji Kitchen do Gboard e atalhos para uso das carinhas quando você estiver digitando. As mudanças devem afetar também dispositivos com o Wear OS, que receberão a possibilidade de editar notas no Keep e suporte à exibição dos Bitmojis do Snapchat nos mostradores do relógio.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: