Mercado abrirá em 5 h 29 min
  • BOVESPA

    129.513,62
    +1.085,64 (+0,85%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.558,32
    +387,54 (+0,77%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,38
    +0,08 (+0,11%)
     
  • OURO

    1.781,00
    +4,30 (+0,24%)
     
  • BTC-USD

    34.174,88
    +934,32 (+2,81%)
     
  • CMC Crypto 200

    819,71
    +33,09 (+4,21%)
     
  • S&P500

    4.266,49
    +24,65 (+0,58%)
     
  • DOW JONES

    34.196,82
    +322,58 (+0,95%)
     
  • FTSE

    7.127,51
    +17,54 (+0,25%)
     
  • HANG SENG

    29.295,79
    +413,33 (+1,43%)
     
  • NIKKEI

    29.066,18
    +190,95 (+0,66%)
     
  • NASDAQ

    14.353,00
    -1,25 (-0,01%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,8696
    +0,0073 (+0,12%)
     

Google quer facilitar a criação de aplicativos no Android para carros

·3 minuto de leitura

As centrais multimídia já são realidade na maioria dos modelos de veículos de categorias mais elevadas, como esportivos, utilitários e SUVs. Elas ajudam a espelhar aplicativos do celular para a tela do carro e assim rodar os programas com mais segurança, sem a necessidade de desviar a atenção para o celular.

O Google agora parece disposto a facilitar a vida dos desenvolvedores interessados em levar seus apps de navegação, carregamento de veículos elétricos, reprodução de mídia e outros para os veículos. Ontem (18), durante a conferência anual de desenvolvedores Google I/O, a criadora do Android anunciou a extensão da sua biblioteca de aplicativos para oferecer mais suporte ao Android Automotive.

O Android Automotive é diferente do Android Auto, inclusive os menus e telas (Imagem: Divulgação/Volvo)
O Android Automotive é diferente do Android Auto, inclusive os menus e telas (Imagem: Divulgação/Volvo)

Este sistema operacional não deve ser confundido com o Android Auto, uma interface secundária que é apenas espelhada para os veículos e roda as aplicações dentro dela. O Android Automotive OS é como um Linux projetado para rodar em centrais multimídia e dispositivos de entretenimento. Em vez de usar smartphones e tablets, o Google o modificou o Android para que as montadoras pudessem usá-lo em seus carros.

Esta é uma notícia animadora para os criadores de apps, porque poderão criar apenas um único sistema compatível com duas plataformas diferentes: celulares e carros. Além disso, como a maioria das centrais suporta o Android Auto, as aplicações só precisam de pequenos ajustes (e da aprovação do Google, é claro) para rodar em praticamente qualquer marca e modelo de veículo do mundo.

A gigante da tecnologia anunciou já ter feito parceria com empresas para garantir o acesso antecipado: Parkwhiz, Plugshare, Sygic, ChargePoint, Flitsmeister e SpotHero, entre outras. As interessadas em participar do programa de acesso antecipado terão que preencher um formulário para posterior análise do Google.

Android direto nos carros

Não se trata exatamente de uma novidade, porque a versão de código aberto já existe há algum tempo, mas foi somente nos últimos meses que as fabricantes de automóveis começaram a voltar suas atenções para o sistema. É muito mais cômodo e funcional para o cliente ter um sistema embarcado no aparelho do carro do que precisar conectar seu telefone para rodar apps como Google Assistente e Maps.

Até o final do ano, a expectativa é que mais de 10 modelos de automóveis da Volvo, GM, Renault e Polestar saiam de fábrica alimentados pelo sistema operacional Android Automotive — todos com aplicativos e serviços integrados do Google e com permissão de instalar outros via Play Store.

Há dois anos, o Google abriu seu sistema operacional Android Automotive para desenvolvedores terceirizados levarem aplicativos de entretenimento para os sistemas dos veículos, o que despertou o interesse de montadoras pelo sistema operacional. O Polestar 2, carro elétrico desenvolvido pela Volvo, foi o primeiro, seguido pelo Volvo XC40 Recharge.

Será que o Android Automotive vai pegar ou as fabricantes de carros vão preferir manter o Android Auto? Comente e deixe a sua opinião.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos