Mercado abrirá em 9 h 6 min
  • BOVESPA

    122.515,74
    +714,95 (+0,59%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.869,48
    +1,16 (+0,00%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,31
    +0,05 (+0,07%)
     
  • OURO

    1.814,00
    -8,20 (-0,45%)
     
  • BTC-USD

    38.590,67
    -1.216,42 (-3,06%)
     
  • CMC Crypto 200

    940,11
    -20,78 (-2,16%)
     
  • S&P500

    4.387,16
    -8,10 (-0,18%)
     
  • DOW JONES

    34.838,16
    -97,31 (-0,28%)
     
  • FTSE

    7.081,72
    +49,42 (+0,70%)
     
  • HANG SENG

    26.057,32
    -178,48 (-0,68%)
     
  • NIKKEI

    27.597,64
    -183,38 (-0,66%)
     
  • NASDAQ

    14.969,25
    +16,50 (+0,11%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1205
    -0,0236 (-0,38%)
     

Google pode enfrentar processo por uso indevido do assistente de voz; entenda

·2 minuto de leitura
Google pode enfrentar processo por uso indevido do assistente de voz; entenda
Google pode enfrentar processo por uso indevido do assistente de voz; entenda

O Google pode, em breve, enfrentar um processo coletivo nos Estados Unidos sob a acusação de que a empresa estaria infringindo a privacidade dos usuários com o seu assistente de voz, o Google Assistente.

Segundo reclamantes, o Google (e sua controladora Alphabet) teria violado as leis de privacidade da Califórnia, além de algumas quebras de contrato.

A juíza federal Beth Labson Freeman, do Tribunal Distrital dos Estados Unidos para o Distrito Norte da Califórnia, emitiu uma decisão no final da última semana, a qual permite que reclamantes entrassem com a ação.

O Google utiliza o assistente de voz para captar e analisar conversas de usuários para fins de publicidade direcionada.

Logo do Google Assistente
Google será processado por usar indevidamente o assistente de voz. Google Assistente Imagem: Shutterstock

Os reclamantes alegam, ainda, que o recurso não possui a interpretação exata das frases e, por isso, não deveria usá-las em publicidade.

Para a juíza, a questão mais grave com relação à coleta e análise de conversas privadas de pessoas que possuem os dispositivos do Google com o assistente embutido é que elas não sabem que, mesmo quando o recurso é ativado acidentalmente, ele capta as conversas.

Mesmo que a empresa esclareça em sua política de privacidade como o Assistente coleta e usa os dados, “ela não informa suficientemente aos usuários que usará as gravações feitas na ausência de ativação manual ou expressões para comandos”, diz a magistrada.

Além disso, devido a frequência com que os usuários usam a ferramenta, eles deveriam ter garantias de privacidade ao falar, acrescentou.

Para o Google, a empresa não violou leis e não vê os reclamantes como prejudicados já que a empresa “nunca promete que o assistente será ativado apenas quando os reclamantes o fizerem”, dizia um trecho do documento emitido pela companhia, o qual negava a solicitação.

Os danos aos reclamantes da ação coletiva não foram especificados e, nem o Google ou os advogados de ambas as partes se pronunciaram à imprensa.

Leia mais!

O Google Assistente é uma ferramenta acionada por voz com o seguinte comando: “Ok Google” ou “Hey, Google”.

A funcionalidade é parecida com outros assistentes do tipo, como a Siri, da Apple, ou a Alexa, da Amazon.

Também desenvolvemos um breve truque que pode te ajudar a identificar se o recurso está ou não te ouvindo. Para vê-lo, clique aqui.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos