Mercado fechará em 6 h 31 min
  • BOVESPA

    119.660,12
    +362,98 (+0,30%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.503,71
    +151,51 (+0,32%)
     
  • PETROLEO CRU

    61,43
    +1,25 (+2,08%)
     
  • OURO

    1.734,30
    -13,30 (-0,76%)
     
  • BTC-USD

    64.296,21
    +1.294,95 (+2,06%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.383,21
    +89,22 (+6,90%)
     
  • S&P500

    4.141,59
    +13,60 (+0,33%)
     
  • DOW JONES

    33.677,27
    -68,13 (-0,20%)
     
  • FTSE

    6.910,62
    +20,13 (+0,29%)
     
  • HANG SENG

    28.900,83
    +403,58 (+1,42%)
     
  • NIKKEI

    29.620,99
    -130,61 (-0,44%)
     
  • NASDAQ

    13.990,00
    +14,25 (+0,10%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,8508
    +0,0196 (+0,29%)
     

Google Play Pass expande catálogo e bate marca de 800 apps e jogos disponíveis

Igor Almenara
·3 minuto de leitura

O Google Play Pass passa a contar com o extenso catálogo de 800 aplicativos. O serviço de assinatura do Google lançado no Brasil apenas em dezembro de 2020 expande suas opções e, desde o começo de fevereiro, adicionou 39 novos jogos à plataforma — e sem cobrar mais por isso.

Assim como o Xbox Game Pass e Apple Arcade, o Google Play Pass garante acesso à uma vastidão de aplicativos pagos por uma assinatura única mensal. O catálogo, por sua vez, varia entre jogos famosos e outros aplicativos úteis para o cotidiano, sendo a mais recentes adições jogos como Dead Cells, Flockers e Star Wars: KOTOR.

(Imagem: Google/Divulgação)
(Imagem: Google/Divulgação)

No Brasil, a assinatura do Google Play Pass custa R$ 9,90 ao mês ou R$ 89,99 ao ano. O valor não sofreu mudanças à medida que ampliou seu leque de opções e o total de 800 aplicativos torna ainda mais atrativo — embora a maioria desses apps sejam focados em entretenimento.

Vale a pena?

Assim como todos os demais serviços por assinatura semelhantes, a intenção principal do Google Play Pass é aumentar o número de acessos aos aplicativos por um valor reduzido para o consumidor. Em comparação com boa parte dos jogos e aplicativos disponíveis, o valor mensal de R$ 9,90 está ainda abaixo do preço da compra individual, oferecendo um meio de acesso mais barato — mesmo que temporário.

O mais interessante do serviço é poder testar as mais variadas criações incluídas no pacote e, se fizer sentido comprar, desembolsar o valor cheio para adquirir o aplicativo. Desembolsar quantias por aplicativos pode não ser interessante para você, mas ter experimentá-los pode ser um meio de garantir que estará satisfeito.

Além disso, o fato de ser uma assinatura mais barata não implica que você terá conteúdo reduzido em nenhuma das aplicações. Na verdade, ao assinar o Play Pass, os apps e jogos incluídos no catálogo estarão totalmente à disposição para baixar, jogar, terminá-los e deixá-los de lado, sem qualquer compromisso de fazer a compra para ter a experiência completa.

(Imagem: Google/Divulgação)
(Imagem: Google/Divulgação)

Os jogos do catálogo da assinatura incluem títulos como Shadow Fight 2 Special Edition, Pocket City: Cidade de Bolso, White Night; Absolute Drift e Grimvalor. Além deles, também há aplicativos para edição de fotos e outras criações, apps educacionais e outras opções que podem ser úteis para o cotidiano.

É válido conferir as condições da assinatura e se há alguma opção da lista de apps que agrada a sua vontade. O catálogo do serviço de assinatura deve continuar crescendo e, possivelmente, abandonando alguns aplicativos ao longo dos meses ou anos, mas não deixa de ser uma oportunidade interessante para avaliar essas criações antes de desembolsar o preço cheio para adquiri-las.

Inicialmente, o Google Play Pass era exclusivo para residentes dos Estados Unidos, mas gradativamente foi chegando a outros territórios. Hoje, o serviço está disponível em 42 países e regiões no mundo todo. Se estiver inseguro quanto a assinatura, você pode experimentá-lo por um mês de graça (mas precisa inserir métodos de pagamento antes de começar o período — sem cobranças adicionais ou multa por cancelamento).

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: