Mercado fechará em 5 mins
  • BOVESPA

    108.255,48
    -858,68 (-0,79%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.100,07
    +291,51 (+0,65%)
     
  • PETROLEO CRU

    78,54
    +1,83 (+2,39%)
     
  • OURO

    1.635,00
    +1,60 (+0,10%)
     
  • BTC-USD

    19.087,57
    -126,67 (-0,66%)
     
  • CMC Crypto 200

    437,80
    -21,34 (-4,65%)
     
  • S&P500

    3.653,09
    -1,95 (-0,05%)
     
  • DOW JONES

    29.188,34
    -72,47 (-0,25%)
     
  • FTSE

    6.984,59
    -36,36 (-0,52%)
     
  • HANG SENG

    17.860,31
    +5,17 (+0,03%)
     
  • NIKKEI

    26.571,87
    +140,32 (+0,53%)
     
  • NASDAQ

    11.311,50
    -4,75 (-0,04%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1590
    -0,0204 (-0,39%)
     

Google Pixel dobrável terá 5 câmeras e sensor principal de 50 MP

Na última semana o Google lançou a primeira versão beta do Android 13 QPR1 (atualização trimestral do sistema para celulares Pixel) e muitos detalhes dentro do seu código reforçam a chegada de produtos variados nos próximos meses, incluindo um celular dobrável, novo tablet de alto desempenho e o aguardado Pixel 7 Ultra.

Em uma série de publicações feitas por Kuba Wojciechowski no Twitter, é detalhado o conhecimento de dois celulares dobráveis do Google: o primeiro, de codinome Passport, já teria sido cancelado, enquanto o segundo, de codinome Pipit, seria equipado pelo chip Tensor de primeira geração, algo que não faria muito sentido para a época de seu lançamento.

Conceito imagina Pixel Notepad, o celular dobrável do Google (Imagem: Reprodução/LetsGoDigital)
Conceito imagina Pixel Notepad, o celular dobrável do Google (Imagem: Reprodução/LetsGoDigital)

Dito isso, Wojciechowski nos apresenta ao projeto Felix. Antes esperado como Pixel 7a, o dispositivo surge no Android 13 QPR1 com "múltiplas referências aos estados de dobrado e desdobrado, assim como câmeras interna e externa".

Segundo linhas de código o smartphone oferece um total de cinco câmeras em seu corpo: na tampa traseira teríamos uma câmera principal com sensor Sony IMX787 de 50 MP, sensor Sony IMX386 de 12 MP para a lente ultrawide e um Samsung S5K3J1 de 10 MP para a lente telefoto.

Outros dois sensores são descritos como câmeras frontais: uma externa com mesmo sensor S5K3J1 de 10 MP e outra interna com Sony IMX355 de 8 MP.

Google Pixel 7, 7 Pro e Pixel Watch serão lançados em outubro; Pixel 7 Ultra e Pixel Tablet podem ficar para 2023 (Imagem: Divulgação/Google)
Google Pixel 7, 7 Pro e Pixel Watch serão lançados em outubro; Pixel 7 Ultra e Pixel Tablet podem ficar para 2023 (Imagem: Divulgação/Google)

Dessa forma, fica claro que o Google testa secretamente um smartphone dobrável com mesmo formato do Galaxy Z Fold 4, Oppo Find N, Xiaomi Mix Fold 2 e Huawei Mate X2: tendo uma tela externa rígida e uma tela interna flexível.

Outros detalhes divulgados por Wojciechowski revelam a existência do tablet "T6Pro" ou "Tangorpro" para 2023. Em estágios iniciais de desenvolvimento, não existem grandes indícios do que esperar para o dispositivo, mas o Google já confirmou o lançamento do Pixel Tablet para este ano. Sendo assim, é possível que o Google esteja trabalhando no Pixel Tablet Pro.

Google já confirmou detalhes de design do Pixel 7 e 7 Pro; modelos chegarão com novo chip Tensor G2 (Imagem: Divulgação/Google)
Google já confirmou detalhes de design do Pixel 7 e 7 Pro; modelos chegarão com novo chip Tensor G2 (Imagem: Divulgação/Google)

Por fim, novos detalhes reforçam que o suposto Pixel "Ultra" (de codinome "Lynx" ou "L10") terá dois sensores de Sony IMX712 de 13 MP; um será destinado à câmera frontal, enquanto outro será levado ao sensor ultrawide da câmera traseira.

Esperamos que o Google apresente a linha Pixel 7 e o Pixel Watch durante o evento do dia 6 de outubro. A data de lançamento de produtos como o Pixel Tablet, Tablet Pro e Pixel Notepad (possível nome para o celular dobrável) ainda é desconhecida.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: