Mercado abrirá em 2 h 46 min
  • BOVESPA

    108.651,05
    +248,77 (+0,23%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.241,81
    -113,05 (-0,24%)
     
  • PETROLEO CRU

    89,54
    -0,96 (-1,06%)
     
  • OURO

    1.810,70
    -1,60 (-0,09%)
     
  • BTC-USD

    23.055,91
    -449,34 (-1,91%)
     
  • CMC Crypto 200

    536,02
    -21,33 (-3,83%)
     
  • S&P500

    4.122,47
    -17,59 (-0,42%)
     
  • DOW JONES

    32.774,41
    -58,13 (-0,18%)
     
  • FTSE

    7.490,06
    +1,91 (+0,03%)
     
  • HANG SENG

    19.610,84
    -392,60 (-1,96%)
     
  • NIKKEI

    27.819,33
    -180,63 (-0,65%)
     
  • NASDAQ

    13.063,00
    +31,50 (+0,24%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2618
    +0,0291 (+0,56%)
     

Google Pixel 7 tem suposta data de lançamento revelada por rumor

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Próximos celulares topo de linha do Google, o Google Pixel 7 e o Pixel 7 Pro tiveram a suposta data de lançamento revelada por um novo rumor. De acordo com fontes do leaker Jon Prosser, os aparelhos teriam a pré-venda iniciada no começo de outubro — momento em que o anúncio oficial dos telefones também deve ocorrer — com a disponibilidade efetiva estando prevista para poucos dias depois.

Pixel 7 tem data de estreia indicada por rumor

Segundo as informações, os smartphones da família Pixel 7 teriam a pré-venda iniciada no dia 6 de outubro, mesmo dia em que o Google deve realizar o evento para revelar oficialmente todas as especificações e recursos do aparelho. A disponibilidade e as vendas propriamente ditas estariam previstas para a semana seguinte, em 13 de outubro.

Segundo fontes do leaker Jon Prosser, a família Google Pixel 7 será oficializada em 6 de outubro, e terá as vendas iniciadas em 13 de outubro (Imagem: Google)
Segundo fontes do leaker Jon Prosser, a família Google Pixel 7 será oficializada em 6 de outubro, e terá as vendas iniciadas em 13 de outubro (Imagem: Google)

Caso os prazos se confirmem, a nova geração da linha Pixel chegaria com alguns dias de antecedência em comparação à família Pixel 6, cuja revelação ocorreu em 19 de outubro do ano passado, com a disponibilidade e vendas sendo iniciadas na semana seguinte, em 28 de outubro.

Curiosamente, apesar de destacar que as fontes são "extremamente confiáveis", Jon Prosser alertou para a possibilidade de o Google modificar as datas apontadas pelo rumor, algo que teria acontecido em outras ocasiões, de acordo com o informante. Ainda assim, Prosser se mostrou confiante ao afirmar que traria novas informações caso a gigante remarcasse as supostas datas.

Protótipo vazado revelou detalhes dos aparelhos

Seguindo a estratégia que adotou no ano passado, visando evitar vazamentos, o Google confirmou a existência e os primeiros detalhes da família Pixel 7 em maio deste ano, durante o Google I/O 2022. Os aparelhos trarão refinamentos no design dos antecessores, lembrando bastante o Pixel 6a, mas com materiais premium e opções de cores Obsidian (preto), Snow (branco) e Lemongrass (verde-claro) para o Pixel 7, e Obsidian, Snow e Hazel (verde-oliva) para o Pixel 7 Pro.

Também estão confirmados a segunda geração do Tensor, chip proprietário da gigante das buscas desenvolvido em parceria com a Samsung, e sistema operacional Android 13 de fábrica. Mesmo com os esforços de esconder os detalhes, a companhia misteriosamente deixou escapar um dos protótipos dos lançamentos — algo que também aconteceu com o Pixel Watch — e a partir disso, mais especificações foram vazadas, com destaque para o processador.

Assim como ocorrido com o Pixel Watch, o Pixel 7 Pro teve o protótipo vazado revelando diversos detalhes dos novos smartphones do Google (Imagem: Google News RU)
Assim como ocorrido com o Pixel Watch, o Pixel 7 Pro teve o protótipo vazado revelando diversos detalhes dos novos smartphones do Google (Imagem: Google News RU)

O Tensor 2, como deve se chamar o novo chipset, manterá a configuração curiosa de 2 + 2 + 4 núcleos, combinando dois Cortex-X2 de máxima performance com dois Cortex-A7x de alto desempenho, e mais quatro Cortex-A55 de alta eficiência. Não se sabe o motivo do componente utilizar núcleos A55 em vez dos mais recentes A510, mas é provável que o Google pretenda confiar em uma litografia menor para atingir as metas de desempenho e eficiência.

Fora isso, espera-se que os telefones ofereçam até 12 GB de RAM, até 256 de armazenamento, tela AMOLED (com 6,7 polegadas, taxa de 120 Hz e resolução Quad HD+ no protótipo vazado do Pixel 7 Pro), câmera principal de 50 MP e ultrawide de 12 MP (junto a uma telefoto de 48 MP com zoom óptico no modelo Pro) e o já citado Android 13.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos