Mercado abrirá em 1 h
  • BOVESPA

    108.651,05
    +248,77 (+0,23%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.241,81
    -113,05 (-0,24%)
     
  • PETROLEO CRU

    89,04
    -1,46 (-1,61%)
     
  • OURO

    1.807,30
    -5,00 (-0,28%)
     
  • BTC-USD

    23.125,57
    -148,49 (-0,64%)
     
  • CMC Crypto 200

    538,16
    -19,19 (-3,44%)
     
  • S&P500

    4.122,47
    -17,59 (-0,42%)
     
  • DOW JONES

    32.774,41
    -58,13 (-0,18%)
     
  • FTSE

    7.490,16
    +2,01 (+0,03%)
     
  • HANG SENG

    19.610,84
    -392,60 (-1,96%)
     
  • NIKKEI

    27.819,33
    -180,63 (-0,65%)
     
  • NASDAQ

    13.081,25
    +49,75 (+0,38%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2485
    +0,0158 (+0,30%)
     

Google Pixel 6a: erro faz qualquer pessoa desbloquear o celular por biometria

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Poucos dias após o lançamento oficial do Google Pixel 6A, diversos relatos relacionados a um preocupante erro de segurança do smartphone do Google começaram a surgir pela Internet afirmando que o leitor biométrico sob a tela é capaz de reconhecer impressões digitais de qualquer pessoa, permitindo a exposição de dados pessoais, fotos e acesso a todos os aplicativos a indivíduos com más intenções.

Usuários do novo celular intermediário do Google expuseram o problema no Reddit afirmando que o sensor de impressões digitais reconhece dedos não registrados.

Google Pixel 6a tem problema de reconhecimento biométrico no sensor sob a tela (Imagem: Divulgação/Google)
Google Pixel 6a tem problema de reconhecimento biométrico no sensor sob a tela (Imagem: Divulgação/Google)

Um usuário cita que involuntariamente tentou desbloquear o celular com o dedo indicador em vez do polegar e, para sua surpresa, a biometria foi reconhecida. Outras pessoas destacam que seus parceiros também conseguiram autenticação após poucas tentativas: "minha namorada conseguiu desbloquear o celular sem que ela tivesse os dedos registrados", afirma o usuário @ben_linux.

Como alternativa, usuários do Pixel 6a são recomendados a utilizar uma senha por código PIN, visto que garante maior segurança. Caso este seja um problema de software, o Google deve liberar uma atualização nos próximos dias para corrigir o problema. Caso seja um problema de hardware, o Google deve divulgar medidas para recolher as unidades com defeito.

Pixel 6a: intermediário do Google já está disponível

Google Pixel 6a já pode ser comprado em alguns países ao redor do mundo (Imagem: Divulgação/Google)
Google Pixel 6a já pode ser comprado em alguns países ao redor do mundo (Imagem: Divulgação/Google)

Com vendas iniciadas no fim de junho, o Pixel 6a chega como o mais novo celular intermediário do Google apostando em mesmo desempenho do Google Pixel 6 e Pixel 6 Pro graças ao chip Google Tensor, mas oferece cortes como a tampa traseira de plástico, tela com limitada taxa de atualização de 60 Hz, câmera de 12 MP e bateria de 4.306 mAh com recarga limitada a apenas 18 W.

Embora o Android 12 seja projetado especificamente para o smartphone e o software de câmera seja de alta qualidade, o Pixel 6a já possui grandes competidores com display mais fluido, bateria maior e/ou recarga mais veloz, mas ainda é um ótimo modelo para quem busca se manter no ecossistema do Google a um preço relativamente baixo.

Nos Estados Unidos o Pixel 6a é vendido nas cores preto, branco e verde por US$ 449 (cerca de R$ 2.400) em única versão com 6 GB de RAM e armazenamento de 128 GB. É improvável seu lançamento no Brasil.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos