Mercado fechado
  • BOVESPA

    114.064,36
    +1.782,08 (+1,59%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.464,27
    +125,93 (+0,25%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,24
    -0,06 (-0,08%)
     
  • OURO

    1.747,90
    -1,90 (-0,11%)
     
  • BTC-USD

    44.798,13
    +1.447,71 (+3,34%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.122,73
    +13,81 (+1,25%)
     
  • S&P500

    4.448,98
    +53,34 (+1,21%)
     
  • DOW JONES

    34.764,82
    +506,50 (+1,48%)
     
  • FTSE

    7.078,35
    -5,02 (-0,07%)
     
  • HANG SENG

    24.510,98
    +289,44 (+1,19%)
     
  • NIKKEI

    30.201,13
    +561,73 (+1,90%)
     
  • NASDAQ

    15.325,25
    +21,75 (+0,14%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2279
    +0,0029 (+0,05%)
     

Google Pixel 6 Pro aparece em benchmark com detalhes do chip Tensor

·2 minuto de leitura

O Google Pixel 6 Pro acaba de ter alguns detalhes sobre seu chipset revelados. A fabricante de Mountain View já havia informado, anteriormente, que ele será equipado por uma plataforma móvel própria, o Google Tensor, mas ainda não deu detalhes sobre as especificações do componente. Agora, após passar em uma listagem do Geekbench, já podemos conhecer qual será a configuração do hardware e a velocidade máxima de cada núcleo.

Segundo a documentação, o chipset que será instalado no Google Pixel 6 Pro contará com uma configuração de CPU com cluster triplo, sendo dois núcleos com velocidade de até 2,84 GHz, dois que chegam a 2,25 GHz e quatro com máximo de 1,80 GHz, sendo, possivelmente, os processadores Cortex-X1, Cortex-A78 e Cortex-A55 da ARM.

(Imagem: Divulgação/Google)
(Imagem: Divulgação/Google)

O registro no Geekbench também revela que o Google Tensor contará com uma GPU Mali-G78 — a mesma utilizada pela Samsung no Exynos 2100 — e a versão testada conta com 12 GB de memória RAM. Em relação aos testes de desempenho, em si, o Google Pixel 6 Pro com chip Tensor atingiu a marca de 414 pontos single-core e 2074 no multi-core.

(Imagem: Reprodução/Pocket Now)
(Imagem: Reprodução/Pocket Now)

Para quem não lembra ou não está familiarizado, o Tensor é o primeiro chipset personalizado desenvolvido pela Gigante das Buscas e foi idealizado em parceria com a Samsung. Dito isso, alguns rumores até sugerem que ele será, na verdade, uma versão rebatizada do Exynos 9855 — plataforma da sul-coreana que nunca chegou a ser oficializada e tem performance entre o Exynos 2100 e o Exynos 2200.

Fora as especificações vazadas pelo Geekbench, o Google Pixel 6 Pro é esperado com suporte para carregamento rápido de 23 W sem fio, leitor de impressões digitais sob a tela e sensor Samsung GN1 para a câmera. Além disso, ele também deve utilizar um modem 5G mmWave da Samsung, que é desenvolvido em arquitetura de 7 nanômetros de ultra-violeta extremo (EUV) e oferece velocidade de download de até 7,35 Gbps na banda NR mmWave 5G e 5,1 Gbps na sub-6 GHz.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos