Mercado abrirá em 9 h 4 min
  • BOVESPA

    129.513,62
    +1.085,64 (+0,85%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.558,32
    +387,54 (+0,77%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,48
    +0,18 (+0,25%)
     
  • OURO

    1.778,00
    +1,30 (+0,07%)
     
  • BTC-USD

    35.168,10
    +2.620,50 (+8,05%)
     
  • CMC Crypto 200

    846,98
    +60,36 (+7,67%)
     
  • S&P500

    4.266,49
    +24,65 (+0,58%)
     
  • DOW JONES

    34.196,82
    +322,58 (+0,95%)
     
  • FTSE

    7.109,97
    +35,91 (+0,51%)
     
  • HANG SENG

    29.213,30
    +330,84 (+1,15%)
     
  • NIKKEI

    29.105,70
    +230,47 (+0,80%)
     
  • NASDAQ

    14.369,00
    +14,75 (+0,10%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,8672
    +0,0049 (+0,08%)
     

Google Pay lança nova versão com funções parecidas com o PicPay

·2 minuto de leitura

Na última terça-feira (17), o Canaltech avisou que o Google estava prestes a apresentar uma versão remodelada do Pay, seu tradicional aplicativo que usa NFC (comunicação por aproximação) para possibilitar o pagamento de itens em maquininhas de cartão com tecnologia sem contato físico. Pois bem: como prometido, a companhia liberou nesta quarta-feira (18) um extenso vídeo para revelar as novidades do novo Google Pay — e ele ficou estranhamente parecido com o PicPay.

Antes de mais nada, a nova interface (inspirada no Tez, app do Google lançado exclusivamente na Índia) já mostra, de cara, familiares, amigos e estabelecimentos nas redondezas que aceitam pagamento via Pay — isso inclui restaurantes e até postos de gasolina. Sendo assim, é possível pedir comida via delivery usando o aplicativo, pagando diretamente através dele sem nem precisar se locomover até o local.

Para aumentar as semelhanças com a plataforma brasileira, o Pay também ganhou uma aba chamada “Explore” que lista ofertas e — pasmem — programas de cashback. É isso mesmo: usando o serviço do Google para realizar seus pagamentos, você conseguirá parte do dinheiro de volta. Trata-se de uma tendência relativamente comum no mercado financeiro, então não podemos ficar muito surpresos.

Prosseguindo, como já previsto pelos boatos, o Google Pay agora pode se integrar às suas contas bancárias (de forma segura, através da plataforma Plaid) para que você possa conferir seu saldo, extrato e histórico de movimentações financeiras de todas as instituições nas quais é correntista, em um só lugar. O app também oferece alguns guias de finanças pessoais e ferramentas que lhe ajudam a gerenciar melhor suas economias.

Obviamente, o cerne do Google Pay — pagamentos via NFC — ganhou melhorias. Você pode continuar guardando quantos cartões quiser, mas um deles deverá ser escolhido para ser o “padrão” da sua conta”; caso queira trocar por outro documento, é necessário tocar em seu ícone, e, aí sim, abrir toda a carteira digital. Também ficou mais fácil acessar seu perfil contendo um código QR para receber pagamentos presenciais.

<em>Imagem: Divulgação/Google</em>
Imagem: Divulgação/Google

Infelizmente, a nova versão do Google Pay é, por enquanto, exclusiva para usuários dos Estados Unidos. Mesmo na terra do Tio Sam, a atualização está sendo disponibilizada de forma gradual e apenas por convite, o que significa que apenas internautas selecionados terão a oportunidade de testá-lo durante as próximas semanas.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos