Mercado abrirá em 13 mins
  • BOVESPA

    106.924,18
    +1.236,18 (+1,17%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.579,90
    +270,60 (+0,55%)
     
  • PETROLEO CRU

    109,82
    -0,67 (-0,61%)
     
  • OURO

    1.804,70
    -3,50 (-0,19%)
     
  • BTC-USD

    29.892,61
    -417,08 (-1,38%)
     
  • CMC Crypto 200

    669,98
    -11,12 (-1,63%)
     
  • S&P500

    4.023,89
    +93,81 (+2,39%)
     
  • DOW JONES

    32.196,66
    +466,36 (+1,47%)
     
  • FTSE

    7.423,58
    +5,43 (+0,07%)
     
  • HANG SENG

    19.950,21
    +51,44 (+0,26%)
     
  • NIKKEI

    26.547,05
    +119,40 (+0,45%)
     
  • NASDAQ

    12.396,00
    +13,25 (+0,11%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,3187
    +0,0596 (+1,13%)
     

Google Maps terá "visão imersiva" tridimensional parecida com Apple Maps

O Google anunciou um novo modo imersivo para o Maps nesta quarta (11), durante o Google I/O 2022. Numa pegada semelhante ao Street View, mas vista de cima, a Immersive View (“Visualização Imersiva”, em tradução livre) mostrará uma miniatura tridimensional do lugar escolhido, com base em informações já presentes no mapa, junto com dados em tempo real, como trânsito e lotação.

A exibição tridimensional acontece graças a uma combinação de imagens geradas por computador e capturas do Street View, a tradicional visualização panorâmica do Maps. O resultado parece uma maquete rica em detalhes, com carros passando pelas ruas e pessoas povoando lugares abertos, cuja navegação lembra jogos com perspectiva isométrica, mas com alta fidelidade com o mundo real.

Esta é uma demonstração da Immersive View de Londres, Reino Unido (Imagem: Reprodução/Google)
Esta é uma demonstração da Immersive View de Londres, Reino Unido (Imagem: Reprodução/Google)

Esta adição aparentemente é uma resposta à concorrência do Apple Maps. No ano passado, a Maçã incrementou o mapa digital com ricas miniaturas 3D de grandes metrópoles, recheadas de detalhes de pontos turísticos.

“[A Visualização Imersiva”] é uma coisa em que tínhamos demonstrações anos atrás [...], mas não funcionou. Agora, a tecnologia percorreu um longo caminho para tornar [a visualização] bastante natural”, disse a vice-presidente de engenharia do Google, Liz Reid. A executiva afirma, também, que o recurso suporta uma quantidade limitada de locais por enquanto (San Francisco, New York, Los Angeles, Londres e Tóquio), mas que mais lugares estarão a caminho.

Passeio completo

Além de exibir uma maquete fiel ao mundo real, a Visualização Imersiva também possibilita a renderização de ambientes fechados. Os mesmos dados da plataforma podem proporcionar visitas virtuais para restaurantes famosos, lojas e outros pontos públicos, indo além do que o Street View tradicionalmente oferece.

A Visualização Imersiva do Google Maps também suportará ambientes fechados (Imagem: Reprodução/Google)
A Visualização Imersiva do Google Maps também suportará ambientes fechados (Imagem: Reprodução/Google)

Rotas mais econômicas

Para complementar, o Maps agora poderá exibir rotas mais econômicas para passear de carro. A ideia do Google é colaborar com a economia de combustível e, como consequência, preservar o meio ambiente da emissão desnecessária de gases.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos